GANHA TEMPO

Ganha Tempo atendeu mais de 800 mil pessoas ano passado

05-01-2017
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

As unidades do Ganha Tempo de Cuiabá e Várzea Grande em 2016 atenderam 830 mil pessoas. O governo pretende ampliar mais sete unidades para atender a população.

Somente na unidade de Cuiabá, foram 725.108 mil atendimentos, de janeiro a outubro, o que equivale a uma média de 2.500 atendimentos realizados diariamente. Grande parte desse público garante estar bastante satisfeito com os atendimentos prestados. É o que revela a pesquisa de satisfação realizada pela secretaria-adjunta de Cidadania (SAC).

De acordo com os dados do levantamento interno, de 270 pessoas entrevistadas, 93% consideram o atendimento na unidade muito satisfatório ou satisfatório. A exemplo de Ana Mendes, usuária frequente do programa Ganha Tempo. “Aqui é bom porque é fresquinho e a gente consegue fazer um monte de coisas de uma vez só”, comentou a aposentada.

A unidade de Várzea Grande, localizada no Várzea Grande Shopping, atendeu 112.917 pessoas em 2016. E isso no curto prazo de seis meses, já que sua inauguração ocorreu em abril.

Em ambas as unidades, estão entre os serviços mais utilizados: a emissão da segunda via de documentos, pagamento de contas, oferta de cursos de qualificação, fotos 3x4, entre outros. Entre os prestadores de serviços estão o Sine, Detran, Procon, Politec e Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), além de parceiros como a Justiça Comunitária e a empresa Galvan Cabelereiros.


Novas unidades Ganha Tempo

O programa Ganha Tempo possui 14 anos de existência e para comemorar o marco de atuação, a Setas já anunciou que irá concretizar sete novas unidades. Os municípios contemplados são Barra do Garças, Cáceres, Cuiabá (na região da Grande Morada da Serra), Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Sinop e Várzea Grande.

A previsão é de que elas garantam atendimento a cerca de dois milhões de pessoas, por ano. Rondonópolis é o polo que oferece a maior demanda, com uma projeção de 240 mil atendimentos somente do primeiro ano de operação.

A carta de atendimento engloba 104 serviços, ofertados por vinte e um parceiros. As novas unidades serão classificadas como grande, médio e pequeno porte, atendendo a demanda da população local. Somente Cuiabá, pela quantidade populacional, receberá o selo de grande porte.

As de médio porte serão construídas em Sinop, Cáceres, Rondonópolis e Várzea Grande. As construções de pequeno porte estarão em Lucas do Rio Verde e Barra do Garças. Todas as unidades serão construídas em pontos estratégicos, para que sejam acessadas pelo maior número possível de moradores destes municípios e de localidades do entorno.

Compartilhe nas mídias sociais



Acompanhe também as notícias pelo celular ou tablet