CESTA BÁSICA CUIABÁ

Cesta Básica de Cuiabá registra alta em outubro

Um dos principais fatores para a elevação da cesta básica foi o preço do tomate, subiu 75,3% entre outubro e setembro
08-11-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que outubro foi um mês ruim para o bolso do trabalhador de Cuiabá que passou a pagar R$ 426,6 pela cesta básica no município.

Na comparação anual a alta foi de 9,07%. A cesta básica em outubro de 2017 custava R$ 391,2. Na avaliação mensal, setembro ante outubro, a inflação sobre os alimentos registrou elevação de 6,25%, quando a cesta estava cotada a R$ 401,6. 

O  preço do tomate, que obteve uma variação de 75,3% na comparação entre outubro e setembro. Nesse período, o custo do produto (caixa com 9 quilos), saiu de R$ 34,5 para R$ 60,5.  Outra vilã foi a batata ao contabilizar alta mensal de 22%, com o preço médio de venda (embalagem de 6 quilos) passando de R$ 14,1 para R$ 17,2. 

A cesta cotada pelo Imea possui os mesmos 13 itens da cesta avaliada  pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em 18 capitais do País. 

São acompanhados: carne, leite, feijão, arroz, farinha de trigo, batata, tomate, pão francês, café em pó, banana, açúcar, óleo e manteiga. 

Dos 13 itens, apenas quatro registram queda nos preços na comparação mensal (carne, leite, farinha de trigo e manteiga). 

Os demais produtos da cesta básica - feijão, arroz, batata, tomate, pão francês, café em pó, banana, açúcar e óleo - tiveram altas. 

Na comparação anual, três alimentos tiveram baixa – feijão, farinha de trigo e batata – sendo a mais significativa a da farinha, -29%. Na outra ponta, as maiores elevações foram observadas no tomate, 42%, no pão francês, 19%, no leite, 15% e o arroz com 12%. 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS