DE HOBBY A NEGÓCIO

Empresária transforma hobby num grande negócio

08-06-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

Miriam Zlochevsky Tunchel resolveu deixar o mundo editorial onde trabalhou por 16 anos e montou seu próprio escritório de design gráfico. Seguiu com o plano de fazer uma pós-graduação e tinha como hobby criar e produzir bijuterias. "Trabalhar numa empresa diminui as chances de experimentar coisas novas", diz a empresária. 

E o hobby foi ganhando espaço com peças exclusivas que fazia para dar de presente e para usar. Então o mercado na área de design gráfico ficou meio parado aí ela reuniu algumas coisas de bijuterias para dar para uma sobrinha de aniversário. Postou nas redes sociais e com o apoio das sobrinhas, a venda começou a acontecer.

A designer ressalta que as peças da sua marca, a Miriam Bijoux , são únicas. "Elas não se repetem. Eu espalho meu material sobre a mesa e começo a montar. As vezes, eu sento para fazer um brinco e acabo com um colar. São criações espontâneas, eu começo sem saber para onde vou ou o que vou fazer, mas eu sei que vai dar certo quando eu termino de montar e já tenho vontade de usar", conta Miriam. 

A ideia da empresária é fazer peças acessíveis com os mais variados tipos de materiais. Ainda que não sejam materiais preciosos, o valor está no fato de serem peças únicas. São metais, cristais e pedras que combinados, se transformam em acessórios originais. "Eu frequento bazares e feiras colaborativas e ter novidades faz toda diferença. Meus clientes cativos também gostam de presentear com peças exclusivas", diz.

Miriam diz que o seu trabalho principal ainda é o design gráfico. "As coisas foram dando certo e em algum momento o que era hobby e ficava em stand by acabou virando trabalho. Antes era 70% no design e 30% nas bijuterias, em algum momento isso acabou invertendo, mas ainda sigo com meu trabalho principal", revela. 

A empresária aposta na força das redes sociais para vender suas peças de bijuterias e diz que grande parte da procura vem atráves de seu site (clique aqui para conhecer a marca) e também do instagram. "As pessoas me ligam e eu vendo direto pelo telefone. Eu vou colocando fotos novas nas redes e assim ganhando mais público", finaliza Miriam.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS RECENTES

FINANÇAS PESSOAIS