INVESTIR

Dicas de como investir com pouco dinheiro

Escreva o que quer fazer. Isso ajuda e muito, segundo os maiores especialistas da área financeira. Colocar no papel é um compromisso com você mesmo e com suas metas.
07-08-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

Se você tem pouco dinheiro para investir e tem planos para daqui 5, 10 ou 20 anos, comece agora mesmo. Pare de ficar só pensando e parta para a ação. Escreva o que quer fazer. Isso ajuda e muito, segundo os maiores especialistas da área financeira. Colocar no papel é um compromisso com você mesmo e com suas metas. Todo objetivo seja para aquisição de um curso, carro, casa ou outra coisa tem que ser visto por escrito. Os investimentos para o futuro também.

Veja abaixo as dicas do MT Econômico para você aprender a investir:

Use 30 minutos para aprender

Sabe aquele tempo inútil no Instagram? Aqueles minutinhos que você fica pasmando olhando o nada? Ou aquele tempo que você gasta entre o despertador tocar e acordar? Acredite: esse é todo o tempo que você precisa pra aprender a investir melhor. Se todos os dias você se comprometer a ler algo sobre o tema 'dinheiro', já vai saber mais sobre investimentos do que todo o seu bairro. (A não ser que o seu vizinho leia dois). Quanto maior o conhecimento, maior a renda e melhores serão as suas decisões sobre o que fazer com o seu dinheiro.

Não espere saber tudo para começar

Em investimentos a teoria é tão importante quanto a prática. Se você tem pouco dinheiro pra começar a investir, comece com um mínimo possível pra se sentir seguro. Comece avaliando a própria poupança, os fundos de Renda Fixa, títulos do Tesouro Direto, Fundos de investimentos, entre outros. Permita-se errar para aprender a cada dia mais e diversifique seus investimentos.

Pague seus investimentos e depois seus gastos de rotina

Quando receber seu salário, pró-labore ou renda, pense primeiro sobre os compromissos com seus investimentos e depois os gastos de rotina. Tudo bem se fizer o inverso, mas desde que tenha um planejamento consistente e administre seu orçamento pessoal ao ponto dos gastos não atrapalharem suas metas de investimento e estratégias de riqueza.

Faça mais com menos

Investir não significa que você tem que "cortar tudo" e só economizar. Viva uma vida feliz e planeje também seus objetivos materiais, mas com pé no chão. Muito legal se tiver guardando o dinheiro para um carro, mas depois que adquiriu e sentir a necessidade de trocar, pra que dar um 'salto' enorme e trocar por um carro muito caro? Será que um veículo um pouco melhor não ia satisfazer suas necessidades? Com relação aos gastos de rotina, otimize e pense em alternativas mais baratas de lazer. Sempre tem algo legal na cidade com baixo custo ou até de graça. Avalie também os gastos fixos e negocie com operadoras de telefonia e internet, pois sempre há margem para desconto. "Experimente tentar cancelar seu plano de telefonia por exemplo, certamente eles vão oferecer um desconto para te manter como cliente". Depois que conseguiu o desconto, multiplique a economia gerada por 12 meses, vai ver que economizou bastante!

Veja mais conteúdo sobre Finanças Pessoais aqui.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS