USO DO CARTÃO

Saiba como usar o cartão de crédito da forma correta

14-05-2018
Fonte: Redação
Foto: Reprodução

Você tem vários cartões de crédito, mas sabe como usá-lo da maneira correta para não se endividar? Veja algumas dicas para evitar taxas e juros altos e aproveitar ao máximo o seu cartão.

Acompanhe seus gastos

O cartão de crédito é muito conveniente para você pagar o que precisa, mas esta conveniência tem um custo. Se não houver controle, pode-se facilmente acumular dívidas que sejam superiores até mesmo à sua capacidade de honrá-las. Por isso é importante sempre permanecer no controle da situação para fazer um bom uso e extrair o melhor desse meio de pagamento.

A melhor maneira de fazer isso é manter o controle de seus gastos. Diversos aplicativos ajudarão você a gerenciar suas despesas e a verificar regularmente o extrato do seu cartão de crédito. Alguns bancos por exemplo possuem o serviço de envio de SMS a cada compra efetuada, o que pode lhe trazer tanto segurança quanto facilitar seu controle posteriormente.

Pague seu cartão em dia

Quando receber o extrato do cartão de crédito, já anote em algum lugar ou lembre-se de configurar um lembrete no seu celular para não esquecer de pagar a fatura em dia. O pagamento do cartão de crédito, quando não feito em dia, gera as maiores multas e encargos de financiamento de todo o mercado financeiro, portanto, é um compromisso que não pode ser esquecido em hipótese alguma.

Para facilitar o pagamento tente se organizar o suficiente para cadastrar o pagamento no débito automático. Dessa maneira nenhum imprevisto que você tenha com outras atividades no dia do pagamento da fatura impedirá que o compromisso seja cumprido.

Cuidado com o pagamento mínimo

Se fizer somente o pagamento mínimo em seu cartão cada mês, você entrará numa bola de neve sem fim e isso poderá comprometer suas receitas futuras e sua saúde financeira por muitos anos.

Se a sua situação financeira apertou e você gastou mais do que tem capacidade de pagar, é imperativo que trace imediatamente um plano para se livrar de sua dívida de cartão de crédito. Ficar no pagamento mínimo fará mal para suas finanças, portanto, é algo que você não pode tolerar.

Se está lutando para pagar mais do que o pagamento mínimo mensal em seu cartão de crédito, considere mudar para um cartão com uma taxa de juros mais baixa e pagar um pouco mais do que o mínimo quando puder.

Assim, se quer cuidar bem de seu orçamento, muito, mas muito cuidado com o pagamento mínimo do cartão de crédito! Se você gasta no cartão mais do que pode arcar, tenha em mente que a fatura não é formada sozinha e nem por obra do acaso. Ela é formada por você mesmo e pelo seu hábito de consumo regular. Portanto, uma fatura que te faça ter que recorrer ao pagamento mínimo por impossibilidade de honrar com o valor total é um espelho do seu péssimo comportamento financeiro.

Defina um limite de crédito razoável

Seu limite de crédito não é uma licença para gastar dinheiro. Deve ser uma quantia que você sabe que pode pagar, e que não vai tenta-lo a gastar mais do que pode realmente pagar. Ou seja, é preciso definir limites fixos quando ao limite do cartão de crédito.

Reduzindo seu limite de crédito

Se você quiser evitar a tentação de gastar demais em seu cartão, peça à sua operadora de crédito para reduzir o seu limite. Você pode fazer isso por telefone, o que facilita muito a vida. Na maioria dos casos, essa solicitação será atualizada em sua conta no máximo em 1 ou 2 dias úteis.

Dica inteligente

Se não conseguir pagar o seu saldo devedor a cada mês, não aumente o seu limite de crédito. Um limite de crédito mais elevado torna muito fácil entrar em novas dívidas!

Como lidar com propostas para aumentar seu limite de crédito

O aumento de limite de crédito para pessoas sem controle é como uma bomba relógio. O fato de você ter um limite elevado é bom, pois pode ser útil a você em diversas situações, gastos mais elevados esporádicos, compras mais elevadas e parcelamento e em situações emergenciais. Mas um limite mais alto, para quem possui mau comportamento financeiro, frequentemente vira um problema. Se você não é tão organizado, talvez valha a pena avaliar a possibilidade de manter o limite de crédito dentro de suas possibilidades e solicitar à administradora do cartão a redução de limite. Futuramente nada impede que você mude de ideia e solicite à operadora um aumento de seu limite, podendo ser concedido ou não, a critério das políticas da instituição financeira.

Não confie apenas no cartão para cobrir suas despesas mensais

Caso uma emergência ocorra, ou se tiver pouco dinheiro antes do dia do pagamento, usar o crédito ou fazer um empréstimo não vai ajudar em nada à longo prazo. Pode até servir como um paliativo, mas certamente vai colocá-lo dentro de uma crise financeira pessoal e, ao longo do tempo, sua dívida vai aumentar ainda mais.

Uma boa dica é ser previdente e tenha sempre uma reserva de emergência (mesmo que seja na poupança). Ela poderá te salvar nos dias em que surgirem imprevistos. Assim, você não precisará recorrer ao cartão de crédito para cobrir despesas mensais e poderá mantê-lo controlado.

Às vezes pode ser necessário receber ajuda de conselheiro financeiro profissional ou fazer alguns cursos de finanças para melhorar sua vida financeira como um todo. Reconhecer essa necessidade é uma medida importante para lidar com suas dívidas. Faça isso acessando o conteúdo aqui do blog, que é rico em detalhes e informações específicas para situações diferenciadas. Essa atitude de reconhecer que você está precisando de ajuda pode reduzir sua dependência dos cartões de crédito.

Use cartões de crédito com sabedoria

Pode ser tentador adquirir mais um cartão de loja se você compra regularmente num determinado varejista de sua preferência. Compras pagas com esses cartões podem ganhar pontos de recompensa ou te dar acesso a descontos ou outras ofertas exclusivas. Porém, pense duas vezes antes de obter mais cartões de créditos! Como muitas vezes existem taxas anuais ou de serviço, esses valores podem acabar sendo maiores do que as de outros cartões. Sem contar que o seu controle financeiro vai se tornando cada vez mais complicado para acompanhamento.

Caso decida adquirir mais um cartão de crédito, verifique os termos e as condições cuidadosamente para se certificar de que os custos envolvidos não tragam impactos no seu orçamento.

Verifique o extrato do seu cartão de crédito

A melhor maneira de verificar suas despesas mensais é manter todos os seus recibos de cartão de crédito guardados ou verificar sempre por meio eletrônico. Em seguida, confira na próxima fatura se o que você comprou foi lançado corretamente.

Isso vai te ajudar a verificar se foram lançados na fatura os valores certos para os itens comprados, e que você não tenha sido cobrado por algo que não comprou.

Mesmo se decidir não guardar os recibos de suas compras, aqui estão algumas coisas que você deve procurar ao verificar sua fatura:

- Cobranças de empresas que você não reconhece
- Taxas grandes ou incomuns
- Alterações no seu limite de crédito

Taxas ou compras com lançamentos duplicados

Se verificar na fatura quaisquer transações que você não fez, imediatamente entre em contato com a operadora de cartão de crédito, e solicite uma solução do assunto. Falando de reclamações, quanto mais rápido as fizer, mais rápida será a solução!

Feche a conta do seu cartão de crédito corretamente

Há mais coisas envolvidas no fechamento de uma conta de cartão de crédito do que apenas quebrar ou recortar o cartão e jogar fora.

Para cancelar um cartão de crédito da maneira certa, é preciso telefonar para a operadora e ser específico. Muitas perguntas serão feitas a você. Qual é o segredo para efetivar o cancelamento?

- Seja específico
- Seja educado

Explique que você não vai reavaliar sua decisão

Anote todos os protocolos, datas e horários das solicitações
Saiba usar com propriedade e responsabilidade seu cartão de crédito e certifique-se de pagar apenas as despesas que realmente fez, conferindo seu extrato.

Se você mantiver uma conduta de seriedade na maneira de se beneficiar do dinheiro de plástico ele te proporcionará uma enorme sensação de segurança.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS