ELEIÇÕES 2018

Em evento da Educação, Taques promete 100 escolas integrais

Além das 40 escolas em tempo integral, o governador Pedro Taques construiu 42 novas escolas e promoveu a reforma integral de 38 unidades de ensino.
13-09-2018
Fonte: Assessoria
Foto: Reprodução

Candidato à reeleição, o governador Pedro Taques (PSDB) disse que pretende chegar a 100 escolas em tempo integral em todo Mato Grosso no próximo mandato. Hoje são 40 escolas funcionando com aulas das 7h às 16h30. A implantação do projeto “Escola Plena” iniciou em 2016 e atende alunos do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. Taques discursou sobre o tema, nesta segunda-feira (10.09), durante ato da campanha de Marco Marrafon (PPS) a deputado federal, que reuniu cerca de 500 pessoas.

“A educação é um verdadeiro instrumento de transformação social e, por isso, que investimos na construção de novas escolas, na implantação de unidades funcionando em período integral. Não nos esquecemos dos professores e servidores que fazem tudo isso acontecer. Mesmo diante de muita pressão para não atendermos as leis de carreira, nós garantimos as conquistas e os servidores tiveram aumento de quase 50% nesses últimos três anos”, destacou o governador.

Com alunos passando mais tempo nas escolas, o Governo de Mato Grosso passou a investir mais em merenda escolar. Segundo o governador, em 2015, foram destinados R$ 2,1 milhões para a alimentação escolar. No ano seguinte, os repasses dobraram, isto é, foram de mais de R$ 4 milhões. Em 2017, os investimentos em alimentação escolar chegaram a R$ 9,2 milhões e, até o fim de 2018, serão repassados R$ 20,5 milhões. O incremento ao longo dos últimos três anos e meio é de R$ 934%.

A Constituição Federal estabelece que sejam destinados 25% do total do orçamento para a educação. Em Mato Grosso, conforme informações da Secretaria de Estado de Planejamento, são investidos quase 27% do orçamento em educação neste ano.

Além das 40 escolas em tempo integral, o governador Pedro Taques construiu 42 novas escolas e promoveu a reforma integral de 38 unidades de ensino.

Escolas militares e uniformes - Em relação às Escolas Militares, o Governo adotou uma política de interiorização. Antes, só havia uma escola militar Tiradentes, sediada em Cuiabá. Hoje as cidades de Sorriso, Confresa, Nova Mutum, Juara, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis e Alta Floresta.

Em parceria inédita com a Associação dos Produtores de Algodão de Mato Grosso (Ampa), o Governo distribuiu 2,4 milhões de camisetas de uniforme. Foram 800 mil unidades durante três anos seguidos, duas unidades por aluno. Antes cada unidade fazia seu uniforme e aluno tinha que comprar para pagar o custo da confecção. Agora os alunos compram por até R$ 5 reais o uniforme e o dinheiro fica na escola, sendo usando para projetos pedagógicos ou cantina.

“Temos serviço prestado e estamos ainda mais experientes para seguir melhorando a educação e os nossos índices educacionais”, finalizou o candidato à reeleição.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS