fbpx
Amaggi vai investir R$ 574 milhões em MT e 1430 empregos devem ser gerados

Em reunião com o governador Mauro Mendes, nesta quarta-feira (07.07), a diretoria da multinacional mato-grossense Amaggi anunciou novos investimentos no estado, na ordem de R$ 574 milhões, que devem gerar 1.430 novos empregos, entre temporários, diretos e indiretos.

Os investimentos passam pela construção de nova fábrica de biodiesel e armazém de grãos, em Lucas do Rio Verde; fábrica de fertilizantes em Sinop; e uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) em Sapezal; além da aquisição de equipamentos agrícolas.

O anúncio foi feito no Palácio Paiaguás pelo ex-governador Blairo Maggi, que é acionista da Amaggi, e pelo presidente executivo da companhia, Judiney Carvalho. Também participou da reunião o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

“Isso mostra o bom momento que o estado vive e que, nós, Governo do Estado, procuramos fazer a nossa parte, investindo fortemente em Infraestrutura para trazer novos investimentos, novos empregos e novas oportunidades”, afirmou o governador.

De acordo com Mauro Mendes, centenas de empresas têm se instalado e expandido operações no estado nos últimos anos, pois as medidas tomadas pela atual gestão fizeram com que Mato Grosso passasse a contar com um ambiente favorável ao empreendedorismo.

Exemplo disso é que hoje o estado possui segurança jurídica, isonomia nos incentivos, licenciamento ambiental simplificado e redução de burocracia, além de um Governo com credibilidade, nota A no Tesouro Nacional e que executa milhares de obras e ações em todas as regiões.

“Quem conhece Mato Grosso, continua apostando em Mato Grosso. É um estado de muitas oportunidades, com muita gente vindo para cá investir. Há alguns dias anunciamos os novos investimentos da BRF, que superam os R$ 670 milhões”, pontuou.

Investimentos

Conforme o presidente executivo da Amaggi, a construção da fábrica de biodiesel e armazém de grãos, em Lucas do Rio Verde, receberá investimento de R$ 145 milhões. A unidade terá capacidade de processar 900 toneladas de biodiesel por dia e deve ser entregue em fevereiro de 2022. A previsão é que as obras gerem 300 empregos temporários e 30 postos de trabalho diretos e indiretos.

Já a fábrica de fertilizantes de Sinop receberá investimento de R$ 99,2 milhões e terá capacidade para processar 300 mil toneladas de mistura. A previsão de conclusão é para agosto de 2022. Devem ser empregadas 200 pessoas na construção e 80 nas operações da fábrica.

A PCH de Sapezal receberá o maior investimento: R$ 230 milhões, com previsão de entrega no primeiro semestre de 2023. As obras na hidrelétrica devem empregar cerca de 800 trabalhadores e a expectativa é que 20 novos postos de trabalho diretos e indiretos sejam criados para a unidade.

A Amaggi ainda vai investir outros R$ 100 milhões na aquisição de equipamentos agrícolas, entre colheitadeiras, tratores e pulverizadores.

LEIA MAIS: COM AVANÇO DA COLHEITA EM MATO GROSSO MILHO REGISTRA QUEDA DE PREÇO

Tagged: , , , , ,