fbpx
Apesar da margem baixa, exportações de carne suína aumentam. China cresce 40% a demanda

Apesar do mercado interno estar com preço da carne suína em queda nos últimos meses, prejudicando a margem dos produtores, as exportações estão em alta no país, impulsionadas pela forte demanda da China. 

Apenas no primeiro quadrimestre de 2021, houve aumento de 40% na demanda chinesa pela carne suína brasileira em relação ao mesmo período de 2020, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Outros países como Chile, Argentina e Filipinas também aumentaram a compra de carne suína do Brasil.

As margens menores fizeram com que os produtores de Mato Grosso se reunissem com o governo do Estado neste mês para estudar uma estratégia de redução de custos, segundo noticiado pelo MT Econômico anteriormente neste link.

Leia mais: Retomada do Proder na suinocultura dá fôlego a produtores de MT

Tagged: , , , ,