fbpx
Às vésperas do início do plantio, previsões indicam boa safra de soja para MT

Os produtores mato-grossenses já estão em contagem regressiva para o início da nova safra de soja, a 2021/22. Diferentemente do vivenciado em igual momento do ano passado, as chuvas estão previstas para chegaram em bons volumes nas principais regiões de Mato Grosso.

Conforme dados apurados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), mediante informações do TempoCampo, a chuva para o período da semeadura deve se confirmar, “trazendo boas notícias para Mato Grosso”. As precipitações para as próximas semanas indicam volumes favoráveis ao Estado, com as regiões norte, médio norte e noroeste indicando as maiores médias pluviométricas para setembro.

“A partir disso, o norte do Estado aponta os maiores volumes previstos para o período analisado, com uma média de 22 milímetros esperados em setembro. No entanto, o nordeste, sudeste e uma parte do oeste devem receber as menores médias de chuva se comparadas com as demais regiões, porém, mesmo com essa disparidade, os volumes neste ano se mostram mais favoráveis com relação ao mesmo período do ano passado”, explicam os analistas do órgão.

Atualmente a escassez de chuvas tem beneficiado a reta final da colheita de algodão em Mato Grosso, conforme noticiado pelo Mato Grosso Econômico. E as chuvas que estão por vir deve favorecer o plantio de soja, segundo informado nessa matéria.

Como destacam ainda, mesmo sem grandes volumes previstos no primeiro momento nessas regiões, a expectativa é de que eles sejam indispensáveis para repor o déficit hídrico no solo e garantir o estabelecimento da cultura na temporada 2021/22.

O plantio pode ser iniciado em Mato Grosso após o dia 15, quando chega ao fim o período de Vazio Sanitário, intervalo de 90 dias onde a presença de plantas vivas de soja fica proibida. É uma medida sanitária para evitar a disseminação da doença fúngica, a ferrugem asiática.

Leia também: Chuva cai onde é preciso e escassez prevalece onde é necessário, segundo Conab

Tagged: , , , , , ,