fbpx

O mercado da bovinocultura de corte apresentou alta em Mato Grosso no comparativo semanal. O aumento no preço da arroba foi de 1,58%. Os dados são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), apurados pelo MT Econômico.

Na semana passada, a média de preço do boi gordo ficou em R$ 279,85/@. A vaca gorda teve acréscimo de 1,83%, registrando a cotação de R$ 269,51/@.

“Com a dificuldade no escoamento da carne bovina no varejo, o equivalente físico (EF) do atacado apresentou queda nesta semana. Sendo assim, o indicador ficou cotado a R$ 249,73/@, em relação à semana passada”, segundo o Imea.

Aumento da carne ao consumidor

A oferta de animais ainda é restrita. Nos últimos meses os mato-grossenses têm sentido o aumento no preço da carne que em alguns locais chega a 50% de elevação ao consumidor final. 

A justificativa dos produtores para esse aumento é que em julho, agosto e setembro do ano passado, o ciclo de recria e engorda teve um aumento no custo de produção de mais de 26% no comparativo anual.

De janeiro a novembro de 2020, o preço da arroba do boi gordo aumentou 43%. O preço do milho utilizado na ração dos animais também subiu em 2020 na média de R$ 35 para R$ 70. O farelo de soja subiu 110% comparando novembro de 2020 com o mesmo período de 2019.

Leia mais: Perspectivas para a pecuária de Mato Grosso em 2021, segundo Acrimat