fbpx
Chegada da chuva pode favorecer semeadura e preço da saca de soja

Chegada da chuva pode favorecer a semeadura e preço da saca de soja, segundo avalia boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A forte demanda pela soja mato-grossense na última semana favoreceu uma elevação de 2,06% no preço disponível da saca de 60 kg dentro do estado.

O foco dos players em setembro é na previsão climática, que promete bons volumes hídricos para o Brasil, com exceção da parte sul.

Segundo o modelo climático Ensemble Mean, previsto pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), Mato Grosso deve ter chuva acima da média dos últimos anos este próximo mês, o que pode favorecer uma semeadura mais adiantada em comparação com a safra 20/21.

Vale ressaltar que, embora sejam esperados bons volumes de chuvas, é importante que ocorra uma uniformidade na distribuição inicial das precipitações, cenário oposto ao observado no início da temporada anterior.

No mês passado, conforme noticiado pelo Mato Grosso Econômico, apesar de ter sido esmagada quase 1 milhão de toneladas de soja, a produção da oleaginosa teve uma queda de -1,01% em julho, devido às manutenções pontuais das indústrias, já preparando para um ritmo mais intenso que está por acontecer.

O Indicador Cepea para a saca de soja no Brasil apresentou valorização de 2,49% na última semana, impulsionada por uma menor oferta no mercado interno.

Leia também: Apesar de processar quase um milhão de toneladas de soja, produção de Mato Grosso tem queda de -1,09% em julho

Tagged: , , , , , ,