Com estoque abastecido para o Ano Novo Chinês, país reduz compra de carne de Mato Grosso em janeiro

O ritmo de exportações da carne de Mato Grosso para outros países reduziu em janeiro de 2021. O comparativo foi feito em relação à dezembro de 2020 e consta no boletim do Instituto Mato-grossense de Economia agropecuária (Imea). Um dos principais motivos foi a redução de compra da China no início do ano, que costuma acontecer devido à antecipação de importação no ano anterior, visando formar estoque para o ano novo chinês, comemorado hoje (12/02). 

Segundo dados do instituto, o volume geral de exportações apresentou recuo de 23,94% no período analisado. Ao todo foram vendidos para outros países 31,98 mil toneladas em equivalente por carcaça (TEC).

Se compararmos janeiro de 2020 com o mesmo período de 2019 a queda foi de 3,31%. Segundo os analistas do Imea, a queda sazonal já era prevista principalmente pela demanda chinesa ser menor nessa época de início de ano. A China reduziu 28,16% as importações de Mato Grosso em janeiro.

Outras regiões do mundo

Para o Oriente Médio houve queda de 17,13% e a Rússia reduziu 43,20% a compra de carne de Mato Grosso. Para a União Européia foi embarcada 1,6 tonelada, mesmo patamar do ano passado.

Leia mais: Prevendo queda no preço dos insumos, indústria de fertilizantes tenta comercializar sua produção antecipada

%d blogueiros gostam disto: