Imagine encontrar em um único lugar tecnologias de produção e projetos de pesquisa desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que melhoram produtividade, eficiência e sustentabilidade do agro mato-grossense. Esse é o mote central do Famato Embrapa Show, evento multimídia e imersivo que ocorre de 22 a 24 de junho, em Cuiabá (MT), no Cenarium Rural.

O objetivo é facilitar o acesso de agricultores e pecuaristas a mais de 60 tecnologias 100% prontas para uso imediato, sendo muitas delas gratuitas. O evento foi idealizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e construído em parceria com a Embrapa Agrossilvipastoril e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MT).

A ideia surgiu em 2018. “Visitamos vários centros de pesquisa da Embrapa e identificamos que muitas das tecnologias e pesquisas desenvolvidas pela empresa não havia chegado ao conhecimento dos produtores rurais de Mato Grosso. Pensando nisso, aos poucos o evento começou a tomar forma”, relembra Normando Corral, presidente da Famato.

Um ano depois, o formato do evento já havia sido construído, mas a pandemia acabou adiando sua realização. Agora, o Cenarium Rural será palco de uma feira tecnológica com mais de 60 inovações desenvolvidas por 14 unidades da Embrapa em diversas regiões do País. Paralelamente, ocorrerá uma programação técnica multitemática de alto nível.

Leia também: Famato chama atenção da Sudeco para grande demanda de recursos do FCO

“Vamos mostrar que muitos desafios enfrentados por homens e mulheres no campo podem ser superados com soluções já desenvolvidas pela pesquisa pública brasileira. Projetos de ciência e tecnologia que foram testados, aperfeiçoados, e estão disponíveis para uso imediato pelo produtor. Algumas delas sem custo algum”, atesta Laurimar Vendrusculo, chefe-geral da Embrapa Agrossilvipastoril, que fica em Sinop (MT).

O trabalho de curadoria das atrações do Famato Embrapa Show começou ainda em 2018. Foram realizadas visitas a 27 das 43 unidades da Embrapa pelo Brasil e a seleção do que entraria no evento demandou bastante empenho da comissão organizadora.

“Há vários outros ativos da Embrapa que poderiam entrar no evento. Nossa primeira lista tinha quase o dobro da atual. Por isso, foi preciso priorizar os sistemas produtivos de grãos, fibras e pecuária de corte, além das tecnologias de saneamento básico rural. Se ampliássemos para fruticultura, olericultura, mandiocultura e leite, por exemplo, o número de inovações seria muito maior”, comenta Auster Farias, pesquisador da Embrapa e um dos coordenadores técnicos do evento.

O resultado da curadoria foi tão rico que foi preciso criatividade para achar a melhor forma de divulgar as alternativas selecionadas.

“Dividimos o evento em dois grandes ambientes. Um deles é a feira tecnológica, que terá equipamentos e soluções expostos in loco, além de resultados de pesquisas disponíveis para consulta em totens interativos ou via QR Code. Haverá também um circuito imersivo de mini palestras simultâneas”, antecipa Ricardo Arioli, também coordenador técnico do Famato Embrapa Show.

O segundo ambiente, afirma Arioli, é o auditório, que irá receber a programação técnica. Painéis e palestras com especialistas vão mostrar as últimas novidades sobre quatro macro temas estratégicos para Mato Grosso: solos sustentáveis, agroenergia, sistemas integrados de produção e manejo integrado de pragas.

A abertura do evento será no dia 22 de junho, às 19h, com uma palestra magna com Alysson Paolinelli, ex-Ministro da Agricultura e um dos idealizadores da Embrapa. Nos dias 23 e 24, a programação ocorre das 8h às 18h.

Confira a programação na íntegra clicando em https://sistemafamato.org.br/famatoembrapashow/

Leia mais: Estado entrega primeiros selos ‘Carbono Neutro MT’ e certifica adesões ao programa

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO

Tagged: , , , , , , , ,