Exportação do algodão de Mato Grosso bate recorde histórico

A exportação de algodão bateu recorde histórico em Mato Grosso. A pluma de agosto de 2020 a julho de 2021 (safra 19/20) totalizou 1,64 milhão de toneladas enviadas para o exterior. O número é 35,57% maior do que registrado na safra anterior, de 18/19.

Segundo os dados da Secex, o volume recorde da exportação ocorre por conta do grande volume de produção do estado, além da demanda pela pluma, principalmente pela China, que sozinha representou 28,88% do total de vendas. O país importou 447 mil toneladas nesta safra. Conforme noticiado pelo Mato Grosso Econômico, a China responde por quase 30% das compras de algodão de Mato Grosso.

O levantamento aponta também que a participação da exportação em relação à produção da safra no estado aumentou 13,83 p.p. no comparativo com a temporada 18/19, no qual os envios somaram 76,19% da produção total de pluma de Mato Grosso. Isso mostra a força da economia de Mato Grosso, principalmente no agronegócio.

Entretanto, com a alta da exportação, os produtores de algodão devem esperar para este mês um ritmo mais lento em comparação aos outros anos, devido ao atraso da colheita no estado, o que limitou a disponibilidade da pluma no período em Mao Grosso.

Em relação aos preços, alguns produtores decidiram voltar ao mercado para negociar novos lotes da produção. Assim, a comercialização da pluma avançou 1,55 p.p. ante o mês de junho, alcançando 79,57% da produção aguardada.

No entanto, o preço médio apresentou queda de 9,65% em relação a junho, fechando com média mensal de R$ 136,92/@. Na safra futura (21/22), com o preço da pluma apresentando alta de 7,24% na média do estado em julho, as negociações da safra avançaram 3,59 p.p. no mesmo mês, alcançando 34,61% da produção já vendida.


Leia também: Preço do algodão recua e ritmo da colheita está mais lento em Mato Grosso

Tagged: , , , , , ,