fbpx
Industriais mato-grossenses exibem maior nível de otimismo

Em setembro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial de Mato Grosso (ICEI), apontou 61,3 pontos, acima da média nacional em 58 pontos. Os números acima da linha dos 50 pontos demonstram que os empresários continuam confiantes.

Apesar do nível de confiança em patamar ‘otimista’, na passagem de agosto para setembro o Icei no Estado registrou nova queda, agora de 4,3 pontos percentuais (p.p). Em relação ao mesmo período do ano anterior, o indicador marcou alta de 0,2 ponto.

Os dados, do Observatório da Indústria da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), mostram ainda que na análise por atividade, as indústrias extrativas e de transformação registraram queda de 3,5 pontos ao marcarem 62 pontos, nível acima da média estadual para o período.

Quando comparado a setembro de 2020, a alta foi de 0,3 ponto. As empresas da construção, obtiveram queda de 6,2 pontos frente a agosto de 2021, marcando 59,2 pontos.

RESULTADO POR PORTE – Na avaliação por porte, o índice do mês de setembro apresenta quedas. As pequenas indústrias apresentaram queda de 4,6 pontos, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, houve queda de 1,3 pontos, mas marcando 61,4 pontos. As médias e grandes indústrias, com 61,2 pontos, apresentaram uma queda de 4,2 pontos, frente ao mês de agosto deste ano. Apesar de queda para pequenas empresas, os dois indicadores seguem superiores a 60 pontos.

PERSPECTIVAS – O indicador de confiança referente às condições atuais, relacionadas aos últimos seis meses, continuou apresentando queda em setembro de 2021, ao marcar 54,7 pontos, com redução de 3,4 pontos. Quando comparado com o mesmo período do ano de 2020, a alta registrada foi de 3,3 pontos.

Já o índice de expectativas, responsável por mensurar o otimismo dos empresários para os próximos seis meses, registra queda, com 4,7 pontos a menos do que o mês anterior, marcando 64,6 pontos no mês de setembro. Em um comparativo a setembro de 2020, a queda é de 1,3 pontos. Apesar de queda registrada no indicador de confiança referente às condições atuais, o fato de ambos os indicadores se manterem acima das linhas dos 50 pontos demonstram que os empresários seguem otimistas, principalmente quanto às expectativas para os próximos seis meses, que segue em alta, acima dos 60 pontos.

BRASIL – Na análise de mercado nacional, o índice de confiança registrou queda em setembro de 2021 de 5,2 pontos ao marcar 58 pontos. Depois do maior índice do ano, registrado em agosto, a queda do mês demonstra que os empresários brasileiros, apesar de confiantes, registram nível de otimismo menor frente aos dados anteriores.

Leia também: Para garantir investimentos e ampliação de mercado, indústrias de MT precisam se adequar às práticas sustentáveis

Tagged: , , , ,