Instituto Soja Livre apresenta variedades de soja convencional em eventos em Mato Grosso

O Instituto Soja Livre apresentará variedades de soja convencional para os produtores mato-grossenses no Dia de Negócios e Tecnologias (Dinetec), em Canarana, e em visita técnica no Centro Tecnológico Parecis (Ctecno), em Campo Novo do Parecis.

De acordo com doutor Odilon Lemos, pesquisador da Embrapa e diretor técnico do Instituto Soja Livre, serão boas oportunidades para os agricultores do Estado. “Os produtores rurais poderão conhecer melhor cada variedade, as características, quais podem melhorar seu sistema de produção para que possam cultivar soja convencional conforme sua escolha”, diz.

O Dinetec ocorre de 12 a 14 de janeiro e reúne mais de 80 expositores. O Instituto Soja Livre terá um estande onde mostrará seu trabalho aos visitantes e o campo experimental com as variedades. Neste ano, serão apresentados três lançamentos da Embrapa: BRS 7582, BRS 7781 e BRS 8581, além de cultivares já conhecidas, como a BRSMG 534, BRS 8381 e TMG 4377 e TMG 4182.

A visita técnica ao Ctecno Parecis será realizada dias 17 e 18 de janeiro e é organizada pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT). O Centro Tecnológico tem como objetivo oferecer aos agricultores cultivares para manejo de solo com textura arenosa.

Leia também: MT e PR dão a largada da colheita da nova safra de soja brasileira

O Instituto Soja Livre apresentará seis lançamentos da Embrapa: BRS 7582, BRS 7781, BRS 8581, BRS 7181, BRS 7381, BRS 7483. Além destas, estarão à disposição para avaliação dos produtores rurais as cultivares BRSMG 534, BRS 8381, TMG 4377, TMG 4182, CG 7275, CG 7776, CG 7974, NS 8270 e AN 8572.

O diretor técnico do Instituto Soja Livre informa que as cultivares apresentadas têm características como resistência à ferrugem asiática, resistência à nematóides de galha e de cisto, com materiais de ciclo curto e longo e de alta produtividade.

 “Há opções para todas as situações que o produtor precisar, as variedades podem atender a diversas situações. São lançamentos e também cultivares que já estão no mercado e sem dúvida, muito produtivas e competitivas com os materiais que estão à disposição atualmente”, finaliza Lemos.

VEJA AQUI MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO E INDÚSTRIA

Tagged: , , , ,