Presidente da Fiemt, Gustavo Oliveira, pode comandar CNI

O presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo de Oliveira, é pré-candidato à presidência da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), que será realizada em abril do ano que vem. A decisão foi oficializada na última quinta-feira, na reunião da diretoria da Instituição.

Após a desistência do presidente da Federação das Indústrias do Amazonas (Fiema), Antônio Silva, em concorrer à eleição, o grupo que o apoiava, incluindo o atual presidente da CNI, Robson Braga, escolheu Gustavo como candidato. Informações de bastidores dão conta que o presidente da Fiemt já tem a simpatia de 18 colegas e grandes chances de ser o próximo representante do setor industrial no País.

Leia também: Verticalização coloca MT como maior exportador de óleo de soja no País

Engenheiro civil por formação, Gustavo tem um perfil técnico e conciliador, com experiência de 16 anos em cargos de gestão na Fiemt, além dos três anos em que atuou no governo estadual administrando o que muitos consideram a maior crise fiscal do País, o credenciam fortemente à disputa. Na área empresarial, ele é diretor e sócio proprietário da empresa de mineração Brita Guia.

Também se colocaram na disputa à CNI o presidente da Federação de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, e o presidente da Federação da Bahia (Fieb), Antônio Alban.

Leia mais: MT precisa qualificar 178 mil trabalhadores em ocupações industriais até 2025

CLIQUE AQUI E LEIAMAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO E INDÚSTRIA

Tagged: , , , , ,