Produtividade está fazendo a diferença em MT e expansão é quase quatro vezes superior à alta nacional

A produtividade está fazendo a diferença sobre as projeções da safra 2021/22, para Mato Grosso. Favorecida pelo clima, a produção deve novamente ser recorde, especialmente em três culturas que são carro-chefe: soja, milho e algodão. Conforme aponta o 6º Levantamento da Safra 2021/22 realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção mato-grossense deve somar 83,16 milhões de toneladas (t) neste ciclo.

Se os números se confirmarem, a oferta estadual crescerá 13,8% sobre o consolidado na temporada passada, enquanto no País a produção deve ficar 4% maior que em 2020/21. Nesse cenário, impulsionada pela produtividade – que deve ficar quase 8% maior na comparação anual – a expansão mato-grossense deve superar em mais de três vezes e meia a projeção nacional. Além de volume recorde, Mato Grosso se manterá, pelo 11º ano consecutivo, o maior produtor brasileiro de grãos e pluma de algodão.

Redução da adubação pode ser saída para alta no custo de fertilizantes

Ainda levando em conta a expectativa estadual por 83,16 milhões t e a nacional, em 265,69 milhões t, Mato Grosso responderá sozinho, por mais de 31% de tudo que ciclo atual for ofertar.

Essa atualização mostra que a área plantada no Estado passa a 18,93 milhões de hectares (ha), 5,8% maior que em 2020/21. A produtividade aumenta 7,6% e terá uma média de 4.392 quilos por hectare (kg/ha). Já a produção, deixa o recorde anterior em 73,07 milhões t para assumir novo patamar, agora de inédito 83,16 milhões t.

Mesmo atualizada, a projeção da Conab mantém o milho como a cultura de maior oferta no Estado, superando pela segunda vez a soja. Os números são recordes. O cereal deve render 39,74 milhões t, 21,1% mais que o saldo anterior em 32,80 milhões t. É a cultura estadual com maior ganho anual em produtividade:12% e deve chegar a uma média de 6.298 kg/ha. Em superfície o avanço é de 8,2%, com a área semeada chegando a históricos 6,31 milhões ha.

A soja, com a colheita chegando a sua reta final, deverá somar 39,18 milhões t, ganho de 7,3% ante ao ano passado quando o Estado colheu 36,52 milhões t. A área foi 4,1% maior, passou de 10,47 milhões ha para 10,90 milhões. A produtividade está sendo projetada em torno de 3,1% maior.

O algodão em pluma é a cultura com maior projeção de crescimento anual na oferta, no Estado. A fibra deve atingir 1,98 milhão t, o que se confirmado será 22,6% maior que o saldo de 1,61 milhão t do ciclo anterior. A área cultivada também registra o maior avanço, crescerá em torno de 18,6%, chegando a 1,14 milhão ha.

Milho mato-grossense ‘sente’ efeitos do conflito e registra alta de quase 3% na semana

BRASIL – Com crescimento superior a 10 milhões de toneladas em relação ao ciclo anterior, a produção de grãos deve chegar a 265,7 milhões t. Apesar da expectativa de aumento na colheita, quando comparada com o resultado obtido no período 2020/21, observa-se uma leve perda na produção de 0,9% sobre o volume divulgado no último mês, quando eram esperadas 268,2 milhões de toneladas. A queda é reflexo da forte estiagem verificada, sobretudo, nos estados da região Sul do País e no centro-sul de Mato Grosso do Sul. O clima adverso impactou de maneira expressiva as produtividades das lavouras de soja e milho 1ª safra, principalmente.

Com o plantio encerrado da soja em 40,7 milhões de hectares, acréscimo de 3,8% na área plantada em relação à safra 2021/22, as atenções se voltam para o andamento da colheita da oleaginosa, que já ultrapassa 50% em todo País. Segundo observado pelos técnicos da Companhia, as produtividades obtidas refletem o cenário climático durante o ciclo da cultura. A expectativa é que a produção alcance 122,76 milhões de toneladas.

O avanço da colheita da soja dita o ritmo do plantio do milho segunda safra. Atualmente, a Conab estima 74,8% da área já semeada. Destaque para Mato Grosso com 94% plantados.

Exportações de Mato Grosso crescem 55,4% no primeiro bimestre de 2022; soja lidera embarques

VEJA AQUI MAIS NOTÍCIAS DE AGRONEGÓCIO

Tagged: , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: