fbpx
Setor extrativo puxa queda industrial de Mato Grosso em setembro, segundo IBGE

A produção industrial de Mato Grosso apresentou recuo de 3,7% em setembro, segundo Pesquisa Industrial Mensal (PIM) publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (10.11). No mês anterior (agosto) Mato Grosso tinha apresentado alta de 1,3%.

Além de Mato Grosso, outros estados também apresentaram queda:  Rio de Janeiro (-3,1%), Pará (-2,8%) e Pernambuco (-1,3%).

A queda em Mato Grosso ocorreu principalmente puxada pelo setor industrial extrativo (minérios de ferro pelotizados ou sinterizados, óleos brutos de petróleo e gás natural) e metalurgia (bobinas a quente de aços ao carbono não revestidos e tubos flexíveis ou trefilados de ferro e aço). 

No destaque brasileiro segue o Paraná,  com aumento de 7,7%, em setembro, sendo o quinto aumento consecutivo, acumulando ganho de 46,2% nos cinco meses acumulados.

Demais estados que apresentaram crescimento acima da média nacional (2,6%), segundo a pesquisa do IBGE. Entre eles estão:

Amazonas (5,8%)

São Paulo (5,0%)

Espírito Santo (5,0%)

Rio Grande do Sul (4,5%)

Santa Catarina (4,5%)

Bahia (4,0%)

Minas Gerais (1,9%)

Ceará (1,3%)

Goiás (0,4%) 

Leia mais: Primeira fábrica de celulose de MT recebe licença de instalação