A dez dias do fim do prazo, apenas 30% dos mato-grossenses declararam imposto de renda

Faltando dez dias para o fim do prazo para a entrega da declaração do Imposto de renda Pessoa Física (IRPF) de 2022, apenas 30% dos mato-grossenses enviaram o documento. Conforme a Receita Federal, em Mato Grosso, são esperadas o envio de cerca de 620 mil, nesse ano, mas pouco mais de 180 mil haviam sido contabilizadas até ontem, sexta-feira.

Como apontam contabilistas, contadores e auditores da Receita, é hora de aproveitar os próximos dias para organizar os dados e evitar transtornos de última hora, já que em Mato Grosso, pela diferença de fuso, as declarações devem ser enviadas até às 22h59 do dia 31.

No País, mais de 12 milhões de declarações já foram entregues, o que representa um pouco mais de 65% das 34,1 milhões esperadas pela Receita Federal. Mas o sistema da Receita é bastante dinâmico e online, por isso os números dão um panorama do realidade.

O QUE ACONTECE SE O CONTRIBUINTE PERDER O PRAZO FINAL?

Caso você perca o prazo final, será preciso pagar uma multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

É OBRIGADO A DECLARAR IR EM 2022:

Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado;

Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

Quem obteve, em qualquer mês de 2021, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

Quem teve isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;

Quem teve, em 2021, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2021, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

Quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2021.

Leia também: Mais de 600 mil mato-grossenses deverão fazer a declaração de imposto de renda 2022

AS RESTITUÍÇÕES – Falta pouco para que a Receita Federal inicie os pagamentos da restituição do Imposto de Renda pessoa física 2022. O primeiro lote será pago no próximo dia 31, mesma data em que o prazo de entrega do IR chega ao fim. As consultas a este lote serão liberadas a partir do dia 24 de maio.

Os contribuintes que quiserem consultar para saber se estão inclusos no primeiro lote devem entrar no site Meu Imposto de Renda, ir na aba serviços e clicar em “Consultar a Restituição”. Para fazer uma consulta simples, clique aqui, digite seu CPF, ano da declaração (2022) e a data de nascimento.

Caso queira informações mais aprofundadas, acesse o e-CAC. Lá é possível saber o status da declaração e também se o documento está com alguma pendência ou divergência e se a declaração caiu na ‘malha fina’.

Através do e-CAC o contribuinte consegue fazer a retificação de possíveis erros encontrados em sua declaração. Para acessar é preciso CPF, código de acesso (que o próprio contribuinte gera) e senha.

Caso apareça o status dizendo “em fila para restituição”, quer dizer que é só aguardar os próximos lotes para saber quando vai receber.

Quem tem pressa em receber a restituição precisa entregar a declaração do IR o mais breve possível. Isto porque quanto mais cedo o contribuinte entrega a declaração, mais chances ele tem de ser incluído nos primeiros lotes.

CALENDÁRIO DE RESTITUIÇÃO DO IR 2022:

1º lote: 31 de maio

2º lote: 30 de junho

3º lote: 29 de julho

4º lote: 31 de agosto

5º lote: 30 de setembro

Leia mais: IR 2022: como o MEI deve declarar seus rendimentos

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: