Álcool e gasolina devem sofrer novo reajuste no preço

A partir do dia 1º de dezembro o álcool e a gasolina devem sofrer um novo reajuste de preço é o que revela o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Aldo Locatelli.

 

A alteração se dará em virtude da publicação no Diário Oficial da União, do Ato COTEPE/PMPF nº 23/2015, pelo Conselho Nacional de Política Fazendária.

 

A tabela de preços serve de base de cálculo para arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelo Estado.

 

O reajuste no Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) dos produtos será de R$ 0,05 de impacto no etanol e na gasolina comum será de R$ 0,03.

 

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Aldo Locatelli, os postos já vêm sofrendo impacto com o aumento dos preços dos combustíveis realizados pelas distribuidoras que comumente repassam reajustes gerados pela pauta também.