fbpx

Preços e Mercado

A conjuntura de dólar elevado em relação ao real, cuja cotação é 35% superior na comparação anual, culmina no aumento da demanda mundial pelo produto brasileiro e provoca efeitos como o aquecimento nos negócios, o suporte nos preços internos, em termos de reais, e a potencialização do fluxo exportador. 

A soja é negociada a R$ 90,50/60 kg em Rondonópolis e a alta prevalece mesmo com a ocorrência de variáveis como o recuo na Bolsa de Chicago na última quinzena e a conclusão recente da colheita da maior safra da série histórica de Mato Grosso

A Conab estima que apenas 21,5% da safra disponível ainda encontra-se em aberto para negociação, fator que também pode exercer influência de suporte sobre os preços ao longo do 2º semestre.

Logística

Este cenário de aquecimento da demanda internacional pelo produto brasileiro, e o consequente grau avançado de comercialização, resultam na existência de grande volume a ser escoado ao longo dos próximos meses. 

No 1º trimestre de 2020, Mato Grosso exportou 6,24 milhões de toneladas, 35% do total nacional, de 17,92 milhões de toneladas. No 1º trimestre de 2019, as cifras foram, respectivamente, de 6,53 e 15,76 milhões de toneladas. 

A tendência é a continuidade no escoamento e o mercado de fretes rodoviários segue aquecido em Mato Grosso. Ainda que medidas sanitárias tenham sido tomadas em terminais, não há restrições ao fluxo da commodity. O frete de Sorriso a Santarém vale R$ 250/t.

Perspectiva da Safra

A Conab contabiliza safra recorde para Mato Grosso, de 34.904,3 mil toneladas, 7,5% maior à do ano passado.

Comentário do Analista

Dólar elevado impulsiona preços, negociação, exportações e logística em Mato Grosso. 

Clique no botão vermelho abaixo e veja gráficos da análise