fbpx
Apesar de sucessivos aumentos no preço do etanol e gasolina, venda de combustível aumenta em Mato Grosso

Apesar de sucessivos aumentos no preço do etanol e gasolina, a venda de combustível aumentou em Mato Grosso. Conforme dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), houve aumento de 8,9% na comercialização de etanol, gasolina e diesel no território mato-grossense.

Ao todo, foram vendidos 2,4 bilhões de litros, de janeiro a junho deste ano. No ano passado, os três produtos somam um consumo de 2,21 bilhões de litros.

Em relação a gasolina, no período analisado foram vendidos 266.881 milhões de litros, registrando 13,9% de aumento no consumo. Já no ano passado, de janeiro a junho, foram consumidos 234.285 milhões de litros.

O óleo diesel, por sua vez, registrou aumento de comercialização em até 9,6%, sendo vendidos pouco mais de 1,69 bilhão de litros. Em 2020, foi consumido 1,54 bilhão de litros. Com a crescente demanda mundial por combustíveis menos poluentes e que levaram a novas especificações do óleo diesel no Brasil, o consumo de S-10 disparou frente ao S-500.

Para o etanol hidratado, nota-se aumento de 3,8%. No que se refere ao volume, as vendas somaram 44.269 milhões de litros no período analisado. No ano anterior, foram 427.886 milhões de litros.

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis rendeu de janeiro a junho mais de R$ 1,7 bilhão aos cofres de Mato Grosso. O tributo representa em torno de 25% da arrecadação total de ICMS. O imposto estadual sobre o etanol de Mato Grosso é de 12,5%, na gasolina é 25% e sobre o óleo diesel é cobrado 17%.

Em 2020, a arrecadação de ICMS com combustíveis e lubrificantes alcançou R$ 2,75 bilhões, valor que tende a ser ultrapassado neste ano.

Leia também: Com aumentos constantes no preço do combustível, uso de gás natural para veículos é discutido em MT

Tagged: , , , , , , , , , ,