Campanha que arrecada lixo eletrônico em prol do HCanMT foi prorrogada

Foi prorrogada, até o próximo sábado (25), a 6ª edição da Campanha Local de Entrega Voluntária de Eletrônicos (LEVE) em Cuiabá. A ação tem o objetivo de arrecadar doações de eletrônicos estragados ou sem uso, principalmente aparelhos que ligam na tomada, como celular, computador, televisão, rádio, liquidificador, micro-ondas, ar condicionado e outros. Os itens são revendidos e o lucro arrecadado é destinado ao Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCanMT).

A primeira grande doação já foi feita pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso, que reuniu equipamentos que já estavam defasados para a instituição. Para pessoas e empresas que quiserem fazer parte desta grande ação, basta levar os lixos eletrônicos nos pontos de arrecadação: Hospital de Câncer de Mato Grosso – AV. do CPA, Ecodescarte – Rua Miranda Reis, 151, Poção, CDL Cuiabá – Av. Getúlio Vargas e no Ecoponto Lixo Zero – Comper Jd. Itália.

Leia também: 1ª central de reciclagem de eletroeletrônicos de MT é inaugurada em Cuiabá

A campanha é uma iniciativa do HCanMT, Ecodescarte, Teoria Verde e Carvalima Transportes, tendo como realizadores todos os voluntários, grupos, instituições e empresas parceiras nas cidades do Estado que fizeram adesão à campanha. Em diversas cidades de Mato Grosso a campanha tem diferentes datas, mas o mesmo objetivo.

As edições anteriores já ajudaram muito a instituição. Na 1ª, foram arrecadadas mais de nove toneladas de lixo, que renderam R$ 16.035,00 destinados à compra de um Citoscópio. Na 2ª, foram 30 toneladas com o valor de R$ 37.500,00 para a aquisição de um foco cirúrgico. A 3ª arrecadou 22 toneladas que renderam R$ 27.355,00 para a compra de instrumentos cirúrgicos e cinco carrinhos de limpeza. A 4ª Campanha arrecadou 56 toneladas que renderam R$ 43.000,00 para a compra de um foco cirúrgico. A 5ª arrecadou 47,9 toneladas e gerou R$ 33.120,00 que também foram investidos no centro cirúrgico.

Além de apoiar o Hospital, a campanha também ajuda o meio ambiente. O descarte incorreto de resíduos eletrônicos é muito nocivo, uma vez que esses aparelhos são compostos por substâncias que possuem alto poder de contaminação do solo e das águas, como chumbo, mercúrio, cádmio e berílio. Esses resíduos demoram em se decomporem naturalmente, sendo que eles podem ser reaproveitados.

Mais informações: 3648-7567/(65) 98435-0386 (HCanMT)/(65) 9910-5369 (Teoria Verde).

Leia mais: Como usar menos papel na sua empresa

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: