fbpx
Com aumento dos combustíveis, qual compensa mais: etanol ou gasolina?

O preço dos combustíveis subiu diversas vezes, pesando no bolso dos consumidores. Qual será que compensa mais abastecer: etanol ou gasolina?

Apenas em 2021, de janeiro a agosto, a alta já foi de 41%, conforme apurado pelo Mato Grosso Econômico.

Nessa semana, publicamos uma matéria aqui com a última alta, que alcançou R$ 4,57 o litro do etanol em Cuiabá, sendo que em janeiro desse ano, o consumidor pagava R$ 3,24 o litro desse combustível. Os dados são oficiais da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e de pesquisa in loco nos postos de Cuiabá.

Segundo o diretor-executivo do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo), Nelson Soares, a política de preços praticada pela Petrobras é o principal fator que tem afetado o preço final dos combustíveis. Se a gasolina aumenta, o etanol também aumenta.

O governo de Mato Grosso se pronunciou dizendo que a culpa do alto custo dos combustíveis não está relacionado ao imposto estadual. Segundo o Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a gasolina é de 25% e no etanol 12,5%, as menores do país.

Veja o quadro abaixo no ranking de cobrança do ICMS dos estados.

Qual compensa mais então: etanol ou gasolina?

O Mato Grosso Econômico trouxe um cálculo que já é conhecido por muitos, mas não custa lembrar, sobre o que compensa mais abastecer, o etanol ou a gasolina. Confira abaixo:

Abra a calculadora, pegue o valor do etanol (ex: 4,57), divida pela gasolina (ex: 6,17) = 0,74

Se o resultado for menor que 0,70 ainda compensa abastecer com etanol. No entanto, segundo resultado superior a 0,70 mostrado acima, então compensa abastecer com gasolina.

Gostou da informação? Compartilhe no ícone abaixo.

Tagged: , , , ,