fbpx
Comerciante segue otimista em Cuiabá e final do ano deve ter aumento de vendas

O comerciante cuiabano segue otimista com a recuperação da economia e do consumo, segundo pesquisa que monitora a Confiança do Empresário do Comércio (Icec) em Cuiabá, realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Além dos resultados positivos nos últimos meses, o final do ano deve ser positivo com aumento de vendas no comércio.

Segundo levantamento, é o quarto crescimento consecutivo em setembro atingindo 138,2 pontos. A alta acumulada neste período chega a 19,4% e 24,5% no comparativo anual. Além disso, o patamar atual se aproxima do recorde histórico da pesquisa, registrado em janeiro de 2013 (139,1 pontos).

O diretor de Pesquisas do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio em Mato Grosso (IPF-MT), Maurício Munhoz, faz um comparativo com o resultado nacional, que apresentou queda de 0,4% no mês, e destaca os excelentes números obtidos na capital mato-grossense. “A impressão do empresariado cuiabano é que as condições da economia brasileira melhoraram, ao mesmo tempo em que a média do resto do país pensa diferente, muito influenciada pela inflação que também atinge Cuiabá”.

Leia também: Recuperação do comércio de Mato Grosso tem sido essencial para desempenho do setor no País

Investimento do Empresário

O Índice de Investimento do Empresário do Comércio (IIEC) cresceu 2,5% sobre o mês anterior, atingindo 123,8 pontos. A melhora observada nos últimos quatro meses foi de 8,9% e de 18% no comparativo com setembro passado. Com relação ao índice que avalia a condição atual, tanto da economia quanto do comércio, foi o que apresentou maior crescimento no ano, com alta de 65,7%, saindo de uma situação de pessimismo (76,1 pontos) para de otimismo (126 pontos).

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, explica o crescimento contínuo de Cuiabá, um reflexo das condições peculiares da economia de Mato Grosso. “O Estado é muito forte no agronegócio e isso acaba por impulsionar os demais setores da economia, como o comércio. O mundo está entrando em um novo super ciclo das comodities, e isso repercute muito na capital do estado”, afirmou Wenceslau Júnior.

A pesquisa revela, ainda, que a maioria dos comerciantes, dos 181 entrevistados, 94,4% pretendem contratar funcionários nos próximos meses. O Indicador de Contração de Funcionários cresceu 0,5% no mês e está 22,6% superior a setembro de 2020.

Expectativa para último trimestre do ano

O último trimestre desse ano deve ser positivo com as datas comemorativas que se aproximam. Temos pela frente o Dia das Crianças, Black Friday e Natal e isso deve aquecer o comércio em Mato Grosso e no restante do país.

Apesar do aumento da taxa de juros e inflação, o consumo deve aumentar no final desse ano, conforme aponta pesquisa noticiada pelo Mato Grosso Econômico anteriormente. Veja mais aqui.

Tagged: , , , , ,