Comércio e Serviços criaram mais de 57% dos empregos formais de MT

Das 69.228 novas vagas de emprego formal – com carteira assinada – criadas em Mato Grosso de janeiro a outubro desse ano, 57%, foram ofertadas nos segmentos de Comércio e Serviços.

Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia, do total criado, esses setores foram responsáveis por 24.586 e 16.753 vagas, respectivamente, que somados representam 59,7% das novas vagas criadas durante o ano. Construção fechou com 10.573, Indústria 8.457 e Agropecuária 8.859.

Quando analisado apenas o fechamento do mês de outubro, em Mato Grosso, a representatividade do setor comercial é ainda maior: 93,4%.  Dos 3.922 novos postos de trabalhos formais ofertados em outubro, 1.929 foram geradas em Serviços, e outras 1.735 no Comércio.

Leia também: Mesmo com saldo positivo, mercado de trabalho formal encolhe 38% em MT

Como avalia o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL), Fábio Granja, comparando o mês de outubro de 2021 com o mesmo período de 2020, há um crescimento de 8,1% no saldo de empregos formais gerados. “O percentual de participação dos setores de Serviços e Comércio aumenta consideravelmente nos finais de ano e a expetativa é que essa representatividade seja ainda maior em novembro e dezembro. O comércio ainda está contratando, principalmente disponibilizando vagas de vendedores. A estimativa é que possam ter ainda 400 vagas abertas”, disse Granja.

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: