Cuiabá recebe primeira edição da Feira de Energia Solar do Estado

Dados do boletim da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) mostram que a produção das usinas fotovoltaicas conectadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN) aumentou 46,6% na primeira quinzena de outubro. Foram produzidos 1.132 megaWatts médios, ante 772 mW no mesmo período de 2020.

Para atender essa crescente demanda, a Capital mato-grossense recebe a primeira edição do “Cuiabá Solar Expo – Feira de Energia Solar Fotovoltaica de Cuiabá”. O evento será realizado entre os dias 23 e 25 de novembro, no Centro de Eventos da Acrimat, das 16h às 22h. O objetivo é atender àqueles que têm interesse em adotar a fonte de energia renovável, contatar fornecedores e para sanar dúvidas.

A adesão à energia solar reflete a realidade brasileira: segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o custo da energia elétrica registrou alta de 24,97% em 2021 e não dá sinais de recuo para os próximos meses.

De acordo com o consultor e diretor técnico do evento, Merivaldo Britto, a feira é uma oportunidade de prospectar clientes e fazer network. “Na primeira feira de Cuiabá sobre energia solar, voltada para o varejo, vamos ter fabricante de inversores e bateria de lítio residencial como Huawei, e distribuidores como WDC Networks, além da carreta solar. O objetivo é que a gente siga somando com o setor e crescendo no Centro-Oeste”.

Leia também: Mato Grosso está entre os quatro maiores do País em energia solar instalada

Além desse fabricante e fornecedor, o evento contará com expositores, entre eles Enerzee, JC Energia Solar, MB Soluções em Energia, ESOL Energia, Mutua/MT, Canopus Solar, Virtuous Engenharia e Tecnologia e Plug Mais. As empresas apresentarão aos visitantes o funcionamento do sistema fotovoltaico e realizarão orçamentos personalizados.

Segundo a organizadora do evento, Alcimar Moretti, a feira vai reunir fornecedores que poderão orientar os consumidores residenciais, comerciais e da área rural a comprar e implantar o sistema fotovoltaico na sua residência, comércio ou fazenda. “A adesão às energias alternativas é uma tendência, é o futuro do consumo mundial. E Mato Grosso, por conta de seu potencial em energia solar, deve crescer muito nesse segmento. A feira chega para contribuir com essa demanda por renovação e sustentabilidade”.

A feira também terá um curso gratuito técnico comercial de sistemas fotovoltaicos, oferecido pela Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD) em parceria com fabricante Huawei de inversores e bateria de armazenamento e apoio de outras empresas do mercado. Será realizado no “Road Show Huawei Solar”, veículo com espaço para workshops, equipado com um sistema de microgeração distribuída on-grid e off-grid real, e um ambiente com cozinha e lavanderia funcionais alimentadas por energia solar.

LEIA TAMBÉM: VEJA AQUI OUTRAS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , ,