fbpx
Dia dos namorados deve aquecer o comércio, mas consumidores devem ficar atentos aos golpes e falsas promoções

O dia dos namorados deve movimentar o comércio em todo o país, inclusive em Cuiabá e Mato Grosso. Com isso, aumentam também as chances de golpes e falsas promoções.

Segundo notícia publicada pelo MT Econômico essa semana, 68% das pessoas pretendem presentear na data comemorativa. Veja mais aqui

Já a Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL Cuiabá) está mais otimista e apontou que 88,7% dos consumidores cuiabanos pensam em presentear no próximo dia 12 de junho. Entre os itens mais procurados, estão: perfumes e cosméticos (30,7%), roupas (21,2%) e calçados (8,9%). 

O MT Econômico traz para os leitores informações importantes do Procon-MT para os consumidores não caírem em golpes e pegadinhas do comércio. Veja mais abaixo:

Se decidir por perfumes ou outro tipo de cosmético, fique atento à embalagem. Todas as informações sobre o produto devem constar de forma clara, objetiva e em língua portuguesa. Entre essas informações, o Procon-MT destaca: prazo de validade, instruções de uso, registro no órgão competente, composição, volume/quantidade, identificação sobre o fabricante e, se for o caso, sobre o importador.

Já em relação a vestuário, a maior dúvida é sempre em relação à troca do produto – caso não sirva no presenteado, por exemplo. “É preciso estar ciente de que a troca é uma cortesia da loja, ou seja, não é obrigatório. Por isso, é importante se informar sobre essa condição e pedir que o prazo de troca – se houver – conste por escrito na nota ou na etiqueta do produto”, frisa a coordenadora de Educação para o Consumo do Procon-MT, Valquíria Souza. 

A loja só fica obrigada a trocar um produto, explica Valquíria, caso ele apresente vício de qualidade – defeito. Essa regra é amparada pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). 

Segurança durante as compras 

Apesar das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a pesquisa da CDL Cuiabá aponta que a maior parte dos consumidores ainda prefere lojas físicas. Quase 29% disseram procurar lojas localizadas do centro da cidade,  27% shoppings centers e 23,5% escolhem lojas nos bairros onde moram. No estudo, as compras em sites de lojas e e-commerce representam 4,6% das intenções de compra. 

Assim, o Procon-MT reitera os cuidados necessários para garantir a saúde e a segurança de consumidores, atendentes e comerciantes. “Lembramos que é obrigatório o uso de máscaras por todos, mais ainda nesses dias de intenso movimento no varejo. Aos comerciantes é preciso ressaltar a manutenção das medidas de biossegurança dentro das lojas, principalmente o distanciamento social, a higienização frequente do local e o fornecimento de álcool 70% para os clientes”, pontuou a coordenadora de Educação para o Consumo. 

Se o consumidor optar pela entrega em domicílio, as mesmas orientações de biossegurança são aplicadas: usar máscara ao encontrar o entregador, evitar o contato físico, higienizar os produtos recebidos com álcool 70% ou solução de água sanitária e água.

Confira outras orientações do Procon Estadual para os consumidores que vão às compras esta semana: 

– Nas compras realizadas pela internet ou catálogo, por exemplo, o consumidor tem o direito de arrependimento. Ou seja, pode desistir da compra até sete dias a partir do recebimento do produto; 

– Nas compras online, verifique se o site possui: Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), endereço físico e canais de atendimento. Você inclusive pode checar a reputação da loja na plataforma www.consumidor.gov.br , caso ela esteja entre as mais de 800 empresas cadastradas;

– Fique atento às taxas de frete e ao prazo de entrega;

– Na hora da confirmação dos dados pessoais e de seu cartão de crédito, leia e preencha com atenção; 

– Para compras on-line, não utilize redes públicas ou computadores compartilhados. Sempre use uma conexão segura;

– Exija a nota fiscal sempre. Esse comprovante de compra garante a legalidade da relação de consumo, e será solicitado em eventual troca ou uso da garantia. Além disso, a nota é fundamental caso seja necessário acionar os órgãos de defesa do consumidor. 

Procon-MT 

Caso tenha algum problema na compra de produtos/serviços e não consiga resolver diretamente com o lojista, o consumidor pode procurar o Procon-MT para registrar sua reclamação. O atendimento presencial na sede do órgão deve ser agendado pelo WhatsApp (65) 99228-3098.

O Procon-MT está localizado na Rua Baltazar Navarros, n. 567, esquina com a Av. General Vale (antigo Sine), Bairro Bandeirantes, Cuiabá (MT). 

Também é possível registrar sua reclamação pela plataforma www.consumidor.gov.br a qualquer hora do dia ou da noite. As principais lojas nacionais de varejo estão cadastradas no site e podem ser acionadas pelo consumidor sem ser preciso sair de casa. 

Leia mais: Dia do Consumidor: dicas para não cair em golpes e fazer compras com segurança na internet

Tagged: , , , , , ,