Inadimplência cresce em MT e fica acima da média regional

Conforme dados apurados pelo Núcleo de Inteligência de Mercado da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL Cuiabá), os dados apresentados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), demonstram que o número de inadimplentes em Mato Grosso cresceu 1,87% em outubro de 2021, em relação a outubro de 2020. Atualmente o número de devedores em Mato Grosso soma pouco mais de 1,12 milhão.

O dado referente à evolução da inadimplência no Estado ficou acima da média da região Centro‐Oeste (0,18%) e abaixo da média nacional (2,60%), contudo, na passagem de setembro para outubro, esse número cresceu 0,10%. Na região Centro‐Oeste, na mesma base de comparação, a variação foi de 1,07%.

Em relação à abertura por faixa etária do devedor, o levantamento revela que o número de devedores com participação mais expressiva no Estado, em outubro, foi o da faixa de 30 a 39 anos (26,14%). A participação dos devedores por sexo segue bem distribuída, sendo 54,20% homens e 45,80% mulheres.

Em outubro de 2021, cada consumidor negativado em Mato Grosso devia, em média, R$ 3.580,68 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que 39,28% dos consumidores do Estado tinham dívidas de valor de até R$ 500, percentual que chega a 54,08% quando se fala de dívidas de até R$ 1.000, sendo que o tempo médio de atraso é igual a 25,7 meses, sendo que 33,10% dos devedores possuem tempo de inadimplência entre 1 a 3 anos.

Leia também: Bares e restaurantes: Número de empresas no prejuízo diminui, mas endividamento e inflação preocupam

EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE DÍVIDAS – Em outubro de 2021, o número de dívidas em atraso de moradores mato-grossenses cresceu 2,01%, em relação a outubro de 2020. O dado ficou acima da média da região Centro‐Oeste (1,43%) e abaixo da média nacional (3,58%). Na passagem de setembro para outubro, o número de dívidas cresceu 1,15%. Na região Centro‐Oeste, nessa mesma base de comparação, a variação foi de 2,55%.

O setor com participação mais expressiva do número de dívidas em outubro no Estado foi o de bancos, com 34,74% do total de dívidas.

DÍVIDAS POR DEVEDORES – Em outubro de 2021, cada consumidor inadimplente em Mato Grosso tinha em média 1,919 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região Centro‐Oeste (1,888 dívidas por pessoa inadimplente) e acima da média nacional registrada no mês (1,816 dívidas para cada pessoa inadimplente).

De acordo com o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, esses números já eram esperados pela instituição, já que o cenário de vendas está muito superior quando comparado com o mesmo período do ano passado.

“O setor que puxou o número para cima foi o dos bancos, principalmente devido ao atraso de contas de cartão de crédito a partir principalmente da terceira parcela, porém, é importante dizer que esse nível de inadimplência está semelhante ao ano de 2019, o número de devedores é alto em todo Brasil, mas isso já ocorre desde anos anteriores a pandemia. O que precisamos fazer é um trabalho em prol da retomada do poder de compra do cidadão, mas alinhado com a educação financeira, pois só assim será possível gerar a cultura do planejamento financeiro pessoal e obter o consumo consciente”, afirmou ele.

VEJA AQUI OUTRAS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: