Maio vai sendo marcado por recuos de preços sobre a cesta básica cuiabana

O preço da cesta básica, em Cuiabá, voltou a cair pela segunda semana consecutiva depois de apresentar uma ligeira alta no início deste mês. O conjunto de alimentos, que chegou a ser encontrado por até R$ 715,04, na segunda semana baixou para R$ 699,96 e na terceira semana caiu mais um pouco, se estabelecendo em R$ 691,93. A retração semanal uma economia de R$ 23,11 no período.

Os dados fazem parte do levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio/MT (IPF/MT), que analisa os 13 itens que compõem a cesta e suficientes para alimentar uma família de três a quatro pessoas por um mês.

Leia também: Cesta Básica de Cuiabá registra queda de preço na segunda semana de maio

Para o superintendente da Fecomércio/MT, Igor Cunha, essa oscilação, em sua grande maioria, pode ser influenciada pelas intensificações da safra dos alimentos, aumentando a oferta dos produtos e reduzindo seu valor final. “De forma geral, a cesta básica em queda ocorre em um período de quietação das relações internacionais diante da guerra com a Ucrânia e oscilações nos preços dos combustíveis. Como os alimentos são sensíveis à taxa de inflação e choques no mercado, a diminuição no valor médio pode favorecer o consumo das famílias e aliviar o orçamento dos cuiabanos”, destacou.

Entre os itens que compõem a cesta básica, 53% apresentaram altas esta semana, mas a queda no preço dos 46% produtos restantes influenciou bastante no valor final. Entre os produtos em queda, a batata que estava em alta nas duas primeiras semanas de maio, apresentou, nesta semana, queda de 17,56%. Além deste item, o açúcar também teve redução do valor no comparativo com a semana passada, resultando em uma variação semanal de -8,62%. Já entre os produtos que obtiveram altas, a manteiga – novamente -teve variação de 16,12%.

O feijão, arroz, tomate, banana e o açúcar foram os cinco itens que apresentaram diminuição nesta semana. Ainda segundo a análise do IPF/MT, o açúcar está sofrendo o impacto do avanço da safra 2022/23, refletindo assim, as quedas dos preços diretamente nos valores das gôndolas nos supermercados.

Leia mais: Cesta básica de Cuiabá segue tendência nacional e se mantém em alta

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: