fbpx
Mais de 500 empresas aderem à Semana Brasil em Cuiabá

A Semana Brasil teve mais de 500 empresas que aderiram a campanha somente em Cuiabá. As entidades ligadas aos setores de comércios e serviços informaram que estão previstos descontos de até 70%.

Criada pelo governo Federal, a Semana Brasil tem o objetivo de aquecer a economia e incentivar o consumo no mês de setembro, considerado historicamente fraco para o comércio. As condições diferenciadas de compras – com preços, prazos e até mesmo renegociação de dívidas – vão até o dia 13 deste mês.

De acordo com o Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), no ano passado, apesar da pandemia, o comércio tradicional aumentou as vendas em 10% e o online 20% no mês de setembro. Ainda de acordo com o instituto, que coordena a campanha no país, a expectativa é que as vendas deste ano superem a dos anos anteriores.

Para o lojista e presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Calçados e Couros do Estado (Sincalco/MT), Junior Macagnam, o avanço da vacinação e a retomada da economia tendem a impulsionar as vendas. “As pessoas estão se sentindo mais seguras para sair às ruas, fazendo com que a movimentação no comércio volte a aumentar. As pessoas estão voltando a circular mais, a frequentar mais o comércio, a gerar mais negócios, e isso deve ocorrer ainda mais com os descontos oferecidos pelos lojistas neste período”, afirma.

PAGAR DÍVIDAS – Além dos tradicionais descontos e promoções, lojistas também aproveitam a programação para renegociar dívidas de clientes.

A Semana Brasil começou dia 03 e vai até 13 de setembro.

Leia também: Com Semana Brasil e feriado, CDL estima incremento de vendas de 10% em setembro

Tagged: , , , ,