fbpx
Mato Grosso tem queda de devedores e registra melhor média do Centro-Oeste

O número de devedores teve queda de -5,94% em Mato Grosso no mês de maio em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do núcleo de inteligência de mercado da CDL Cuiabá apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil.

Com o resultado, Mato Grosso registra melhor média que a região Centro-Oeste (-4,02%) e a média nacional (-4,34%). Em relação a quantidade de dívidas o número caiu -7,19% em relação a maio de 2020.

“O cenário apresentado demonstra que Mato Grosso fechou com percentuais de inadimplência mais favoráveis que a região Centro-Oeste e o nacional. Esse fato está ligado a vários fatores, porém destacamos a geração de empregos que está se mantendo com saldo positivo desde o início do ano e a melhora nas vendas ocorrida principalmente nestes últimos 60 dias. Isso significa mais dinheiro girando na economia, até porque mais de 73% da população tem preferido efetuar pagamentos à vista”, avaliou o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja.

Dados gerais dos devedores

O número de devedores de Mato Grosso está próximo de 1,123 milhões. A soma total de dívidas fechou com uma quantidade acima de 2,162 milhões, o que representa uma média de contas em atraso de quase duas (1,925) por cidadão que reside em Mato Grosso. Em valores financeiros, a soma de todas as dívidas ficou acima de 1,92 bilhões de reais.

Os setores com maiores participações do número de dívidas foram Bancos (33,17%), Comércio (30,59%), Água e Luz (16,65%), Comunicação (12,82%) e outros (6,78%).

Já a abertura por faixa etária do devedor mostra a participação de 30 a 39 anos (26,21%), 40 a 49 anos (21,57%), 50 a 64 anos (19,55%), 25 a 29 anos (13,21%), 65 a 84 anos (9,18%), 18 a 24 anos (8,91%) e acima de 85 anos (1,07%).

Leia mais: Endividamento dos cuiabanos aumenta e índice chega a 73,4% das famílias

Tagged: , , , ,