Setor de Serviços em MT foi o que mais cresceu no Centro-Oeste, em novembro

O setor de serviços, em Mato Grosso, cresceu 2% na passagem de outubro para novembro, após dois meses de taxas negativas. O desempenho foi o melhor registrado entre os estados do Centro-Oeste, no período. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada ontem pelo IBGE.

Ainda conforme o IBGE, Serviços crescem em 18 das 27 unidades da federação em novembro. No acumulado do ano, Mato Grosso aponta taxa positiva de 9,4%, a terceira da região. Goiás teve expansão de 13,2%, Mato Grosso do Sul, 11,9% e o Distrito Federal, 6,6%. No comparativo anual, novembro de 2021 ante novembro de 2020, Mato Grosso teve alta de 5,4%.

Regionalmente, a maior parte (18) das 27 unidades da federação teve expansão no volume de serviços em novembro de 2021, na comparação com o mês imediatamente anterior, acompanhando o avanço (2,4%) observado no Brasil. Entre os locais com taxas positivas, o impacto mais importante veio de São Paulo (4,0%), seguido por Rio de Janeiro (1,6%), Santa Catarina (3,7%) e Paraná (2,1%). Em contrapartida, o Mato Grosso do Sul (-4,0%) registrou a principal retração em termos regionais.

Leia também: Comércio e Serviços criaram mais de 57% dos empregos formais de MT

Frente a novembro de 2020, o avanço do volume de serviços no Brasil (10,0%) foi acompanhado por 24 das 27 unidades da federação. A principal contribuição positiva ficou com São Paulo (11,9%), seguido por Rio de Janeiro (6,1%), Minas Gerais (7,7%), Paraná (10,7%), Rio Grande do Sul (9,7%) e Distrito Federal (15,9%). Os únicos resultados negativos do mês foram da Bahia (-0,3%), Piauí (-0,3%) e Acre (-0,5%).

No acumulado do ano, (10,9%), todas as 27 unidades da federação mostraram expansão. O principal impacto positivo ocorreu em São Paulo (11,3%), seguido por Rio de Janeiro (7,8%), Minas Gerais (14,3%), Rio Grande do Sul (12,0%) e Santa Catarina (14,9%).

VEJA AQUI MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , ,
%d blogueiros gostam disto: