fbpx
Usuários de internet podem ter mais segurança no mundo digital. Veja dicas

Ontem (09/02) foi comemorado o Dia Mundial da Internet Segura. O MT Econômico traz uma publicação do Procon-MT com algumas dicas importantes para se proteger no mundo online. O comportamento dos usuários é fundamental para manter a segurança no universo digital.

Com as compras eletrônicas cada vez mais crescentes, os golpes aumentam a cada dia trazendo dor de cabeça para os consumidores com inúmeras clonagem de dados financeiros. O vazamento de dados do perfil pessoal e econômico das pessoas também é algo crescente e acaba alimentando um mercado milionário de venda de dados pessoais. 

O Dia Mundial de Internet Segura surgiu em 2003, na Europa, por iniciativa da Comissão Europeia, a partir da rede INSAFE (www.saferinternet.org, em inglês), e tem como mote realizar inúmeras atividades educacionais ao redor do planeta. 

Veja algumas dicas abaixo para se proteger no mundo online

1- Pesquise sobre o fornecedor, cheque a opinião de clientes, verifique o CNPJ e sua reputação;

2- Verifique as medidas de segurança de dados oferecidas pela loja virtual;

3- Não permita que o site armazene seus dados para compras futuras;

4- À vista, opte por boleto, pois os descontos são maiores e são exigidos menos dados;

5- Use computador próprio ou de alguém de sua confiança;

6- Evite redes abertas de wi-fi e computadores públicos para comprar pela Internet;

7- Ative a verificação em duas etapas em aplicativos de mensagens instantâneas, redes sociais, e-mails;

8- Redobre os cuidados ao receber links por e-mail, whatsapp, SMS ou via redes sociais, mesmo que o conteúdo tenha sido encaminhado por pessoas conhecidas;

9- Ignore mensagens e e-mails suspeitos. Se tiver alguma dúvida, utilize os canais ofciais de relacionamento com o consumidor;

10- Não repita senhas em contas bancárias diferentes; 

11- Se possível, use senhas longas, com números, letras e símbolos

12- Leia a política de privacidade da loja, em que ela informa quais são os dados coletados de seus usuários e como são utilizados pela empresa;

13- Prefira sites que possuem opções de pagamento por plataforma de pagamento garantida. A segurança aumenta, pois a empresa somente receberá o valor pago após a sua confirmação de recebimento do produto. E se algo der errado, você poderá reclamar também contra responsáveis pela plataforma;

14- Dados também podem ser utilizados para golpes por telefone, por isso não confirme seus dados pessoais por ligação telefônica, principalmente se a pessoa se identificar como banco e financeiras. Nesses casos, desligue e ligue para número do banco que consta atrás do seu cartão de crédito. Se estiver usando um telefone fixo, antes faça uma ligação genérica (para algum parente, por exemplo), para garantir que ninguém segurou a linha;

15- Ao comprar de uma loja online, desconfie se o beneficiário da conta ou do boleto bancário for uma pessoa física não vinculada à loja;

16- Verifique regularmente sua fatura de cartão de crédito, saldo e extrato bancário e aplicações;

17- Não divulgue em redes sociais e outros ambientes públicos seus dados pessoais como número de cartão, CPF, dados bancários (inclusive o PIX) ;

18- Não deixe salvo informações restritas, como o código de segurança do seu cartão, em sites de compra;  

19- Para compras pela internet, utilize a versão virtual do seu cartão de crédito;

20- Exija a nota fiscal. 

Decidiu comprar online? Sempre verifique..

Se o valor do produto está correto;

Se o desconto foi aplicado antes de finalizar o pagamento, caso o site tenha disponibilizado algum desconto; 

Se o endereço de entrega está correto e completo. 

Se adicionou a forma correta de pagamento;

Leia mais – Opinião: Engajar e vender no digital, qual o segredo do sucesso?