Comércio mato-grossense registra retração nas vendas, segundo IBGE

As vendas do comércio mato-grossense fecharam o acumulado dos primeiros dez primeiros meses do ano com perdas em relação ao mesmo período do ano passado. O saldo revela retração de -0,6%, enquanto que no País, houve expansão de 2,6%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada ontem (8) pelo IBGE.

No Centro-Oeste, com exceção de Mato Grosso do Sul – com crescimento anual de mais de 6% – todos os estados fecharam o período com perdas. Mato Grosso está entre os oitos estados brasileiros que registram perdas. A retração chama à atenção porque o segundo semestre de 2020, em razão da pandemia, é considerado um momento de fraca atividade econômica e o saldo atual negativo se dá sobre uma base deficitária, totalmente impactada pelas restrições de mobilidade e de funcionamento das empresas.

Leia também: Comércio de Cuiabá já está funcionando em horário especial de final do ano

O desempenho do comércio estadual segue negativo na comparação entre os meses de outubro deste ano ante igual momento do ano passado, com uma perda mais significativa, de 3,8%.  Em relação ao realizado em setembro, há uma estabilidade, já que o saldo é positivo em apenas 0,2%.

De setembro para outubro de 2021, conforme a PMC, a taxa média nacional de vendas do comércio varejista foi de -0,1%, com predomínio de resultados positivos em 17 das 27 Unidades da Federação, com destaque para: Acre (3,0%), Alagoas (2,4%) e Rondônia (2,4%). Por outro lado, no campo negativo, figuram 10 das 27 Unidades da Federação, com destaque para: Amapá (-2,8%), Roraima (-2,3%) e Rio de Janeiro (-2,2%).

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Tagged: , , , ,
%d blogueiros gostam disto: