Estado de alerta

Padaria do Moinho demite 15 funcionários em Cuiabá diante da crise do coronavírus

Gerente avaliou que a situação é complicada e medidas mais duras poderão ser tomada com o tempo.
Segunda-feira 23 de Março de 2020
MT Econômico
Padaria do Moinho demite 15 funcionários em Cuiabá diante da crise do coronavírus

Como consequência do coronavírus, a Padaria do Moinho, tradicional estabelecimento de Cuiabá, demitiu 15 trabalhadores e concedeu férias antecipadas a pelo menos 30. A informação foi confirmada ao MT Econômico pelo gerente Mário Urbano. 

Eles também suspenderam o funcionamento do café e restaurante. O empório teve horário reduzido e agora funciona das 8h às 20h. O gerente avaliou que a situação é complicada e medidas mais duras poderão ser tomadas com o tempo. 

“A gente deu muitas férias antecipadas para o pessoal e fizemos o corte de contratos temporários, porque não sabemos se a situação vai passar rápido. A grande maioria dos demitidos foram os contratos temporários. A gente optou para quem tivesse filho pequeno para que pudesse ficar com o filho já que agora não tem escola”, afirmou. 

Mesmo com o fechamento temporário do café e restaurante, Urbano avaliou que, por hora, não houve redução nos ganhos do estabelecimento. Pelo fato de trabalhar com alimentos, mercadoria essencial para subsistência, ele afirmou que aumentou a procura pelos produtos do empório.  

“Teve uma procura gigantesca de alimentos para estocar, então a gente não teve queda no faturamento. O empório compensou a queda do café e do restaurante, mas isso não é sustentável”, finalizou à reportagem. 

A recomendação geral é para que as pessoas permaneçam em casa e só saiam em casos de extrema necessidade. 

Veja mais notícias do impacto que o coronavírus tem causado no comércio de Mato Grosso. clique aqui.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS