desaquecimento

Setores do comércio e serviços de MT apresentam pior resultado na média diária de faturamento

Documento foi divulgado nesta terça-feira (14). Dados são referentes ao período de 16 de março até 13 de abril
Quarta-feira 15 de Abril de 2020
MT Econômico
Setores do comércio e serviços de MT apresentam pior resultado na média diária de faturamento

Entre os meses de março e abril, os setores do comércio e serviços de Mato Grosso apresentaram seu pior resultado na média diária de faturamento. Apenas em abril, a redução média foi de 25%. O setor de atacado, por exemplo, reduziu de R$ 278 milhões para R$ 136 milhões, uma queda de 51%. 

Dados constam no segundo boletim especial do Governo do Estado sobre os impactos do novo coronavírus no faturamento do Estado e na receita estadual. Documento foi divulgado nesta terça-feira (14). Dados são referentes ao período de 16 de março até 13 de abril.

Levantamento também apontou a queda de 18% na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em abril, em comparação ao mesmo período do mês anterior.  

O setor de combustíveis teve queda de 41% na arrecadação, considerando que passou de R$ 104 milhões para R$ 61 milhões. Já o setor de veículos caiu de R$ 43 milhões para R$ 26 milhões, o que equivale à redução de 39%. O setor que apresentou menos impacto foi o do varejo, com queda de apenas 15%. 

Na indústria, a queda no faturamento cresce a cada semana. Nos meses de janeiro e fevereiro de 2020, a média de faturamento diário foi de R$233 milhões. Já em março, o montante reduziu para R$ 208 milhões. No início de abril, chegou a R$ 174 milhões, até que na segunda semana do mês chegou aos R$ 158 milhões.

Conforme salientou a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), parte da redução do faturamento dos setores industrial e atacadista se deve à queda sazonal que ocorre normalmente na produção e comercialização de adubos, fertilizantes e outros insumos agrícolas. 

Clique no botão vermelho abaixo e veja o boletim com os dados setoriais






COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS