Audiência pública debate orçamento estadual para 2023

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realiza logo mais, às 15h, a 1ª audiência pública para debater o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária (PLDO-573/2022), em tramitação no Legislativo desde o último dia 1º de junho. A audiência será conduzida pela Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR).

A peça orçamentária encaminhada pelo governo do Estado envolve uma previsão de receita corrente líquida de R$ 24,30 bilhões para o exercício financeiro de 2023. Com o cronograma definido, os deputados têm até o dia 9 de setembro para a apresentação de emendas. A 2ª votação em plenário está prevista para acontecer no dia 14 de setembro.

O PLDO é o instrumento normatizado pelas Constituições Federal e Estadual para fazer a ligação entre o Plano Plurianual (PPA) e as Leis Orçamentárias Anuais (LOA). A sua função principal é o estabelecimento dos parâmetros necessários à alocação dos recursos no orçamento anual.

Leia também: Estado estima receita de R$ 24,3 bilhões e renúncia fiscal de 10,7 bilhões para 2023

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (UB), afirmou que o cronograma foi definido para que o Parlamento estadual vote em 1ª votação a peça orçamentária até o dia 13 de julho.

“Espero que esse cronograma seja cumprido. Os deputados têm um prazo para apresentar emendas, e se tudo der certo o votaremos em primeira em julho. Não vai dar tempo para votar a proposta em segunda votação antes do recesso”, disse Botelho.

Ele disse ainda que o retorno às atividades parlamentares está previsto para 1º de agosto. Segundo ele, o prazo à votação do PLDO é até meados de setembro. Botelho lembrou que, até 30 de setembro, o governo do Estado deve encaminhar o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA-2023).

Leia mais: Deputados vão propor suspensão da tramitação de projeto que altera legislação sobre o Pantanal

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA E DESENVOLVIMENTO

Tagged: , , , , , , ,