FGTS

Cerca de R$ 7,5 bilhões do FGTS será distribuído aos trabalhadores, segundo Caixa Econômica

Cerca de 167 milhões de contas, entre ativas (do emprego atual) e inativas (de empregos antigos), receberão o crédito
Quarta-feira 12 de Agosto de 2020
Redação
Cerca de R$ 7,5 bilhões do FGTS será distribuído aos trabalhadores, segundo Caixa Econômica

Nesta terça-feira (11), o conselho curador do FGTS aprovou a distribuição de R$ 7,5 bilhões do lucro do ano passado aos trabalhadores, o que representa 66% do lucro total. O valor será distribuído de forma proporcional ao saldo das contas no final do ano passado. 

Os trabalhadores que tinham dinheiro no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) em 31 de dezembro de 2019 receberão, em média, R$ 45, referente à distribuição de parte dos lucros do fundo no ano passado. Os depósitos nas contas devem ser feitos até 31 de agosto de 2020, segundo informou a Caixa Econômica Federal.

Cerca de 167 milhões de contas, entre ativas (do emprego atual) e inativas (de empregos antigos), receberão o crédito. Cada trabalhador pode ter mais de uma conta no fundo.

Com a distribuição do lucro do FGTS, o rendimento anual do fundo chegará a 4,9%, superior à inflação no ano passado, que foi de 4,31%. Com isso, os trabalhadores terão ganhos reais. O percentual se refere ao rendimento anual do fundo (de 3% ao ano mais TR, que está zerada), somando à distribuição do lucro. 

O rendimento do FGTS, assim, supera o da poupança, investimento preferido dos brasileiros, que rendeu 4,26% no ano passado. 

Leia mais: Taxa selic cai para 2%, mas diferença entre a rentabilidade paga ao investidor e juros bancários ainda é enorme


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS