série histórica

Número de famílias endividadas e inadimplentes cresceu em junho

Confederação aponta que endividamento cresceu entre famílias com renda mais baixa, enquanto teve queda nas famílias com renda mais alta.
Sexta-feira 19 de Junho de 2020
MT Econômico
Número de famílias endividadas e inadimplentes cresceu em junho

Número de famílias brasileiras endividadas e inadimplentes cresceu em junho de 2020, de acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Número de endividados, que têm dividas em atrasos ou não, chegou a 67,1% no mês. Em maio número era 66,5% e junho de 2019 era de 64%. Este é o maior número da série, iniciada em 2010. 

Já percentual de inadimplentes, que têm contas em atrasos, chegou a 25,4% em junho deste ano. Número no mesmo mês do ano passado era 23,6%. 

Confederação aponta que endividamento cresceu entre famílias com renda mais baixa, enquanto teve queda nas famílias com renda mais alta. Para famílias com renda de até 10 salários mínimos, percentual de endividados cresceu de 67,4% em maio para 68,2% em junho.

Leia mais: População mais pobre foi mais afetada pela inflação na cesta de compras


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS