Retração Econômica

Queda histórica de 11,2% no segundo trimestre mostra efeito do coronavírus na economia brasileira

Na comparação anual do segundo trimestre 2020 em relação à 2019, a queda é de 11,7%, também considerada histórica
Quarta-feira 05 de Agosto de 2020
Redação
Queda histórica de 11,2% no segundo trimestre mostra efeito do coronavírus na economia brasileira

O Indicador de Atividade Econômica (IAE) apontou redução de 11,2% no 2º trimestre deste ano. O estudo foi divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira (4) e se refere ao comparativo do segundo com o primeiro trimestre de 2020.

A retração de abril decorrente do coronavírus e das medidas de isolamento social puxaram o resultado para baixo, que também é considerado uma queda histórica.

Na comparação anual, do segundo trimestre 2020 em relação à 2019, a queda é de 11,7%, também considerada histórica.

Em junho o resultado negativo foi um pouco menor, registrando -9,4% em relação à maio, que houve queda de -12,7%. 

No primeiro semestre o resultado é de -5,8%, segundo aponta a FGV e no acumulado de 12 meses, encerrado em junho, a retração é de -2,2%.

Sobre o Indicador Econômico

O IAE-FGV é um indicador que tem como objetivo antecipar a tendência da economia brasileira com base na divulgação das principais pesquisas mensais de atividade divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF); Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Leia mais: Produção industrial aumenta em junho, puxado por setor automotivo que cresceu 70%


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS