Custo de Produção

Aumento no preço dos insumos e arrendamentos afetam custo da produção de soja em Mato Grosso

O aumento deve prejudicar o preço de aquisição de sementes, fertilizantes e defensivos em 9,08%, 9,07% e 10,90%, respectivamente
Sexta-feira 27 de Novembro de 2020
Redação MT Econômico
Aumento no preço dos insumos e arrendamentos afetam custo da produção de soja em Mato Grosso

A estimativa de custo da produção de soja em Mato Grosso está 10,02% maior, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). Com o dólar alto, os insumos e arrendamentos de terra estão entre os principais fatores do da elevação do custo, conforme o estudo.

O aumento deve prejudicar o preço de aquisição de sementes, fertilizantes e defensivos em 9,08%, 9,07% e 10,90%, respectivamente. 

Já o arrendamento e custo da terra foram influenciados pela alta da soja, que teve como uma das causas o câmbio elevado, além das demandas interna e externa muito fortes. 

Cerca de 24% dos insumos já foram negociados. A primeira estimativa de custo total da safra 21/22 é de R$ 4.619,74/hectare em Mato Grosso, aponta o estudo do IMEA.

O preço da soja disponível no Estado mais que dobrou em relação ao mesmo período do ano passado. Atualmente está R$ 160 em média, ante R$ 72. Uma pequena parcela de produtores tem soja disponível e estão vendendo bem precificadas atualmente.

Apesar da alta, houve uma queda acentuada no preço da soja recentemente, conforme noticiado pelo MT Econômico essa semana. Veja mais aqui.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS