Bandeira Vermelha

Consumidores pagarão mais caro pela energia em dezembro

A agência reguladora aprovou a retomada do sistema de bandeiras tarifárias a partir de hoje, terça-feira (01/12)
Terça-feira 01 de Dezembro de 2020
Redação MT Econômico
Consumidores pagarão mais caro pela energia em dezembro

Embora a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tivesse aprovado a suspensão do aumento de energia até 31 de dezembro deste ano, devido a pandemia, os consumidores terão neste mês de dezembro, elevação na tarifa do serviço.

A agência reguladora aprovou a retomada do sistema de bandeiras tarifárias a partir de hoje, terça-feira (01/12).

A Aneel disse, em comunicado, que as condições atuais não permitem mais manter a bandeira verde acionada, que passará a ter bandeira vermelha no segundo patamar. Com isso haverá uma taxa extra de R$ 6,243 a cada 100 kWh na unidade consumidora.

Justificativa do aumento

O diretor da Aneel, Efrain Pereira da Cruz mencionou que o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) está no teto em todos os submercados. Ele disse ainda que o Custo Marginal da Operação (CMO) da próxima semana operativa (de 28 de novembro a 4 de dezembro) foi estabelecido em R$ 744,43/MWh em todos os submercados do País, o maior do ano.

Ainda segundo ele, o consumo de energia retomou o patamar pré-pandemia em setembro, e o setor enfrenta novamente uma seca que há muito não se via. Por isso, a avaliação da Aneel é que o sistema de bandeiras precisa ser retomado imediatamente - e não apenas em janeiro de 2021, como indicava a nota técnica do órgão regulador, mas neste mês de dezembro de 2020.

Leia mais - Opinião: Enfim, mais segurança energética e qualidade de energia para o Araguaia!


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS