Algodão

Custo de produção do algodão aumenta, mas perspectiva é boa para produtores e indústria têxtil

Neste ano, a redução das medidas restritivas, o avanço da vacinação e a retomada do comércio varejista está trazendo um novo fôlego para o setor
Quarta-feira 19 de Maio de 2021
Redação MT Econômico
Custo de produção do algodão aumenta, mas perspectiva é boa para produtores e indústria têxtil

O custo de produção do algodão da safra 2020/21 tem aumentado desde dezembro do ano passado. As compras de insumos tendem a se intensificar no segundo semestre e pode elevar ainda mais o custo, mas a perspectiva é boa para os produtores e indústrias do ramo têxtil.

As indústrias têxteis tiveram impacto com a pandemia e consequentemente os produtores e o preço da pluma. No ano passado, o algodão foi comercializado com preço abaixo do esperado, segundo noticiado pelo MT Econômico. Veja mais aqui

Em abril desse ano, o custo operacional efetivo (COE) alcançou a marca de R$ 12.805,84/ha, avanço de 3,33% no comparativo mensal, segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

É importante que o produtor esteja atento ao ponto de equilíbrio da pluma e, para que consiga cobrir seu COE, considerando a mesma produtividade da safra 20/21 de 116,20 @/ha, é preciso que negocie a sua produção a uma média de R$ 110,21/@, alta de 4,31% ante a março, segundo análise do Imea.

Perspectivas positivas

Neste ano, a redução das medidas restritivas, o avanço da vacinação e a retomada do comércio varejista está trazendo um novo fôlego para o setor. Os preços futuros da pluma com o dólar alto tem possibilitado cotações melhores aos produtores.

Na primeira perspectiva da safra 21/22, a produção global avançou 5,56% ante a safra 20/21, estimada em 26,00 milhões de toneladas, pautada pelos aumentos na oferta dos EUA, Brasil e Índia. O consumo global ampliou 890 mil toneladas nesta estimativa, ficando aguardado um total de 26,45 milhões de toneladas, ultrapassando a produção esperada para a safra. Por fim, o estoque final recuou 2,32% no comparativo anual, projetado em 19,81 milhões de toneladas, o menor dos últimos dois anos.

Leia mais: Algodão pode aumentar de preço, se houver desequilíbrio no abastecimento de insumos para a vacinação do coronavírus


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS