Amigo Secreto

Amigo secreto deve movimentar R$ 7,5 bilhões na economia

Cerca de 66 milhões de pessoas devem participar da brincadeira
Segunda-feira 23 de Dezembro de 2019
MT Econômico/SPC Brasil
Amigo secreto deve movimentar R$ 7,5 bilhões na economia

O tradicional amigo secreto, geralmente realizado no período de Natal deve movimentar a economia no Brasil. 

Cerca de 66 milhões de pessoas devem participar da brincadeira que tem o sentido mais amplo do que dar um presente, mas também, de confraternizar e aproximar as pessoas.

Pelo menos R$ 7,5 bilhões devem ser injetados na economia neste período. A estimativa, feita após levantamento em todas as capitais pela CNDL/SPC Brasil, mostra que, neste ano, 42% dos consumidores que vão presentear no Natal devem aderir à brincadeira.

As principais motivações apontadas pelos entrevistados foram o fato de gostar desse tipo de celebração (59%) e considerar a brincadeira uma boa maneira de se economizar com presentes (36%). Há ainda aqueles que, apesar de entrar na brincadeira, sinalizaram não gostar desse tipo de comemoração: 12% disseram que participam para não serem vistos como antissociais. Praticamente metade (49%) dos entrevistados pretendem participar de apenas um evento e outros 39% de dois. Em média, os consumidores pretendem participar de quase dois eventos de amigo secreto.

A maioria (72%) realizará a brincadeira entre os familiares, seguidos daqueles que farão o amigo secreto entre amigos (38%) e colegas de trabalho (29%). Em média, os consumidores ouvidos pretendem gastar R$ 67,70 com cada presente, sendo que 44% planejam desembolsar até R$ 50,00 - o que aumenta para 53% entre as mulheres e 49% nas classes C e D.

Considerando os que não participarão desse tipo de confraternização, 48% garantem não gostar da brincadeira. Outros 35% disseram que parentes, amigos e colegas de trabalho não têm costume de fazer `Amigo Secreto e 17% alegam não ter dinheiro. 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS