Análise Algodão MT

Análise do Algodão de Mato Grosso - 1ª Quinzena Fevereiro/2020

Os preços recebidos pelos produtores de algodão em Mato Grosso continuam em alta, apesar do recuo na bolsa de Nova York nos últimos 30 dias
Sexta-feira 21 de Fevereiro de 2020
Conab
Análise do Algodão de Mato Grosso - 1ª Quinzena Fevereiro/2020

O plantio do algodão 2019/20 está praticamente encerrado, findando a primeira quinzena de fevereiro com 99,0% do espaço destinado à cultura semeado, cuja área é estimada em 1.160,6 mil ha (5º Boletim da Conab da safra 2019/20), incremento de 6,2% em comparação à safra anterior, cenário que consolida a atuação dos novos cotonicultores que ingressaram na atividade na temporada passada. 

O plantio da cultura no estado teve seu início um pouco atrasado em relação às safras anteriores (2017/18 e 2018/19), mas assim que a colheita da soja foi intensificada, do mesmo modo, o plantio do algodão foi impulsionado, e no fechamento de janeiro a semeadura do atual ciclo já estava mais adiantada que os anos anteriores. 

As condições climáticas estão favoráveis ao desenvolvimento da cultura, e atualmente os estágios da cultura predominantes são as fases de germinação e desenvolvimento vegetativo.

Preços

Os preços recebidos pelos produtores de algodão em Mato Grosso continuam em alta, apesar do recuo na bolsa de Nova York nos últimos 30 dias em razão do avanço do coronavírus na Ásia, o preço do mercado interno da pluma disponível vem se valorizando em virtude da diminuição da oferta face ao aumento da exportação evidenciado nos últimos meses, contribuindo para que 96,90% da safra 2018/19 já esteja comercializada.

Comentário do analista

Próximo ao encerramento do plantio da cultura, as atenções dos cotonicultores voltam aos tratos culturais da lavoura, a fim de obterem melhor produtividade ao final da colheita.

Clique no botão vermelho abaixo e veja a análise completa com gráficos.






COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS