ECONOMIZAR PARA VIAJAR

Aprenda 10 dicas para poupar dinheiro para viajar

O site Alma de Viajante e o MT Econômico trazem para você 10 dicas para economizar dinheiro para suas viagens.
Quinta-feira 01 de Agosto de 2019
Alma de Viajante / MT Econômico
Aprenda 10 dicas para poupar dinheiro para viajar

Todo mundo quer viajar, mas para isso precisamos juntar dinheiro porque nada sai de graça nesse mundo. Mas viajar não é coisa de ricos. Tirando casos extremos, a esmagadora maioria das pessoas não viaja mais porque tem outras prioridades – uma casa, um carro, uma carreira profissional, a família, o que seja. Viajar está nos seus objetivos, mas não tanto que as leve a mudar de estilo de vida, a tomar as opções ideais – sacrificando-se, muitas vezes – para que lhes seja possível viajar.

O site Alma de Viajante e o MT Econômico trazem para você 10 dicas para economizar dinheiro para suas viagens.

Como poupar dinheiro para viajar

Antes de mais, é importante criar um plano de poupança. Perceber que rendimento tem por mês e quais as suas despesas principais para avaliar onde pode poupar. Um bom exercício será apontar todas as despesas ao longo de três ou quatro meses – vai ficar com uma noção mais fidedigna sobre o seu perfil de consumidor. E isso vai ajudá-lo a poupar de forma mais eficiente.

Dito isto, eis algumas formas de cortar nas despesas e poupar dinheiro para viajar. São pequenas coisas práticas que, ao fim de algum tempo, farão toda a diferença no orçamento disponível para a sua primeira grande viagem.

1. Prepare refeições em casa (e deixe de jantar fora)

Não é preciso ser um chef premiado para conseguir cozinhar. Há livros de receitas, sites com vídeos que ajudam nessa tarefa e, claro, os conselhos da mãe. Basta querer.

Comece a cozinhar as suas refeições em casa e deixe de jantar fora por uns tempos. Leve até marmita para o emprego se tem por hábito almoçar em restaurantes. Não é vergonha nenhuma, e o seu objetivo de viajar é mais importante que qualquer comentário menos simpático.

“Ah, mas não gasto assim tanto dinheiro em restaurantes, e tal…” É uma questão de por os gastos em perspetiva: um jantar fora com amigos equivale a dois dias de viagem na Tailândia. Entende a lógica do pensamento?

2. Partilhe a casa

Naturalmente, se estiver casado e com filhos talvez a ideia de partilhar casa seja um pouco descabida mas, na maioria dos outros cenários, é uma excelente forma de poupar dinheiro para viajar. Partilhe a sua casa com alguém, divida custos e torne a tua viagem mais palpável.

Um exemplo.

Conheço quem, após um relacionamento ter terminado, optou por mudar para um ambiente partilhado com pessoas de outras nacionalidades. Não queria estar sozinho e queria poupar dinheiro para viajar. É uma mudança de estilo de vida, onde o enriquecimento e partilha de experiências ganham preponderância sobre a questão da privacidade. Como em tudo, é uma questão de prioridades. Se ao fim de um ano de partilha de casa tiver poupado três ou quatro mil euros por causa dessa opção, isso equivale a muitos meses de viagem em várias geografias do globo. Não valerá a pena considerar essa hipótese?

3. Arranje um trabalho em part-time

Não é vergonha nenhuma trabalhar numa bomba de gasolina, ser recepcionista num hostel, estar ao balcão de uma loja ou servir às mesas de um restaurante. Nem que tenha um outro emprego, se estiver inteiramente focado na viagem vai ver que trabalhar 12 ou 15 horas por dia – ou ao fim de semana – custa muito menos.

4. Compre roupas semi novas

O que poupar em roupa cara e “de marca” durante um ano pode equivaler a muitos e muitos dias de viagem mundo afora. Com a vantagem de que, em qualquer parte do mundo, pode comprar roupa à medida das necessidades… e quase sempre mais barata. Pesquise roupas usadas na internet em bom estado de conservação, principalmente as mulheres que possuem mania de usar um vestido poucas vezes e já enjoar e colocar à venda.

Roupa de bebê também é algo interessante para comprar usado, pois os pequeninos perdem suas roupas muito rápido devido ao crescimento. Tem roupas e sapatos de bebês que duram 1 mês ou pouco mais.

5. Venda coisas que já não usa

Use a internet a seu favor. Inúmeras pessoas buscam coisas usadas na rede e você pode vender o que você não usa mais neste canal digital.

De máquinas fotográficas de modelos ultrapassados a móveis antigos, passando por coisas menos óbvias como artigos vintage perdidos algures num caixote nos arrumos da sua casa (ou dos seus pais ou avós) ou cabos de computadores e afins, com certeza tem em casa itens que consegue transformar em dinheiro. Pense nisso e ponha em prática um processo de “destralhar” a casa.

6. Desligue a televisão à cabo

Tenho cada vez mais amigos que tomaram a decisão de não ter televisão em casa. Dizem-me que, dessa forma, têm mais tempo para ler e para conversar (quem vive a dois) – o que, por si só, são fatores que muito abonam em favor da opção.

Naturalmente, sem essa despesa você consegue poupar muito dinheiro ao fim do ano.

Quem optar por ainda ter TV em casa, hoje em dia com as Smart TVs você consegue achar muito entretenimento gratuito ou com um custo menor do que uma TV por assinatura.

7. Evite o álcool nas saídas noturnas

As saídas noturnas vilões para quem quer poupar dinheiro. É muito fácil que uma saída com jantar e copos atinja muitas dezenas de reais.

Isso não significa que você não pode mais sair de casa e socializar. Nada disso. No entanto, quando sair coloque na ponta do lápis o dinheiro gasto com bebidas e entradas e baladas. Busque alternativas mais baratas de lazer.

8. Deixe de fumar

Para além dos malefícios para a saúde, o tabaco é também muito perigoso para a carteira. E as contas são fáceis de fazer: se você consome 1 carteira de cigarro por dia a R$ 10, em 1 mês terá gasto R$ 300 e em 1 ano R$ 3.600.

9. Adote um estilo de vida saudável… a pé (reduza ou elimine o uso do carro)

Busque transportes alternativos para se locomover. Carona, transporte público, bicileta e andar um pouco à pé são exemplos de que é possível ter outros meios de locomoção.

More num local que tenha o que você precisa perto, incluindo supermercado, farmácia, etc.

10. Crie uma conta separada para onde canaliza as poupanças

A gestão do orçamento pessoal fica muito mais facilitada se tiver uma conta-poupança separada da sua conta corrente. O simples fato de ter uma conta dedicada a poupar para viajar vai fazer com que se sinta mais focado nesse objetivo. Vai estar mais atento ao que pode poupar, vai ganhando ânimo à medida que vê o saldo da conta aumentar, vai sentir que os sacrifícios compensam. E tudo isso vai ajudá-lo não só a manter a motivação para poupar, como o vai fazer poupar mais dinheiro.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS