Expectativa Outubro

Coluna Especial: Mercado de automóveis, o que esperar de outubro? Novos e usados

Mato Grosso acompanha o cenário nacional, este ano, apesar de no ano manter um bom desempenho nas vendas, mantendo o crescimento na casa dos 13% até agora
Quarta-feira 23 de Outubro de 2019
Ricardo J. J. Laub Jr./MT Econômico
Coluna Especial: Mercado de automóveis, o que esperar de outubro? Novos e usados

Conforme a Fenabrave[1], a associação dos concessionários, diferente do mês de agosto, as vendas de veículos zero quilometro no Brasil elevaram-se em 10,1% em setembro. A comparação é com o mesmo mês de 2018.

Foram emplacadas 234.864 unidades divididas entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no último mês, contra 213.323 do mesmo período no ano passado. No mês de janeiro até setembro deste ano, foram comercializados 2.029.590 veículos, número 9,9% maior em relação aos 1.846.024 do acumulado do mesmo período de 2018. Com relação a comparação com o mês anterior, o número caiu 3,4% - em agosto foram emplacadas 243.001. neste cenário a Fenabrave, mantém a estimativa de comercialização de carros, picapes e furgões em 2,67 milhões de unidades, com o crescimento de 8% no ano de 2019.

No caso do veículo usado, houve uma queda das vendas, principalmente no mês de setembro, porém há otimismo comedido quanto a um resultado positivo em 2019. 

A Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – Fenauto – entidade representativa do setor de lojistas multimarcas de veículos seminovos e usados, divulgou o resultado das vendas no mês de setembro de 2019. Segundo a entidade, na comparação com agosto as vendas recuaram 7,1%, não acompanhando o carro zero km. No exame do volume de veículos comercializados por dias úteis, o resultado ficou negativo em 2,6%.

Já o comparativo de setembro de 2019 com o mesmo mês de 2018 mostra um avanço positivo de 15,9%. O acumulado no nono mês do ano, mostra que foram comercializados em Mato Grosso, 248.183 veículos contra 218.340 em agosto, com um crescimento de 13,7%.

O presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, mantém o mesmo tom de cautela, não falta otimismo, porém moderado quanto aos resultados a serem alcançados em 2019. Para ele, "a recuperação da economia está por se consolidar, as incertezas sobre o futuro continuam. É perceptível um mercado com níveis de confiança do consumidor abaixo do esperado, e diante dos índices da economia, como um todo, ainda sob suspeita, quando se trata de investimentos por parte dos empresários.

Mato Grosso acompanha o cenário nacional, este ano, apesar de no ano manter um bom desempenho nas vendas, mantendo o crescimento na casa dos 13% até agora. Tudo indica, que no caso do usado, haverá um ótimo resultado anual. A procura por usados está de certa forma relacionada a venda de veículos zero km, afinal quanto mais difícil fica adquirir um zero, mais o usado se valoriza. Os mercados não são concorrentes diretos, mas a economia influencia na escolha do consumidor, preço é importante elemento na decisão de compra. Diferente do mês passado o resultado do zero km, foi positivo, e o do usado, se comparado ao mês de agosto negativo, coincidência ou não a relação dos mercados, de usado e novos, sempre se mostra relativo. Uma das vantagens para o mercado de usados é que a cada dia sua frota está mais jovem, com garantias extras e facilidades que chama a atenção do comprador.

O segundo semestre, sempre em Mato Grosso surpreende com números muito bons, tanto para o zero como para o usado, conta-se com um avanço nas vendas. Contudo com as perspectivas que temos, e os esforços de venda dedicados por parte de todos envolvidos no setor de vendas de veículos em Mato Grosso, bem como no Brasil, de aumentar seus volumes de vendas de créditos, se figura um mês de outubro melhor. O fim de ano é sabido, sempre é um período mais aquecido para o comércio, daí a esperança de um movimento positivo do mercado. Aos consumidores e ou empresas em geral, acreditamos serão dois meses e meio de grande esperança. Em tempos de crise, um mercado como o do automóvel, com seus números crescendo é bem bacana. Mais empregos, mais impostos e mais investimentos. Que assim seja esse natal. O bom velhinho, Papai Noel, este ano vem de carro 8 cilindros, afinal, por que não?

[1]Fonte: https://g1.globo.com/carros/noticia/2019/10/02/vendas-de-veiculos-novos-subiram-101percent-em-setembro-diz-fenabrave.ghtml

Coluna Especial sobre Setor Automotivo

Colunista MT Econômico: Ricardo J. J. Laub Jr.

Historiador e Empreendedor graduado no Curso de Licenciatura Plena em História na UFMT- Universidade Federal de Mato Grosso e em EMPREENDEDORISMO (2005) pelas Faculdades ICE. Com Mestrado em História Contemporânea pela UFMT/PPGHIS. MBA - Master in Business Administration em Gestão de Pessoas, MBA - Master in Business Administration em Gestão Empresarial e MBA - Master in Business Administration em Gestão de Marketing e Negócios. Professor na faculdade, Estácio de Sá - MT, Invest - Instituto de educação superior. Presidente da AGENCIAUTO/MT- Associação do Revendedores de Veículos do Estado de Mato Grosso, com larga experiência profissional na elaboração de planos de negócio voltados para o ramo automobilístico, gerenciamento comercial, administrativo, controle de estoque, avaliação de veículos, processos operacionais e estratégicos para empresas do setor automotivo e gestão de pessoas no âmbito organizacional.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS