CUIABANOS MAIS CONFIANTES

Cuiabanos estão mais confiantes no cenário econômico e político, segundo pesquisa

As informações constam no novo Boletim Empresarial e refere-se aos meses de janeiro e fevereiro deste ano
Sábado 09 de Março de 2019
Redação
Cuiabanos estão mais confiantes no cenário econômico e político, segundo pesquisa

Dados do novo Boletim Empresarial, resultado de pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá) em parceria com o Núcleo de Pesquisas Econômicas e Socioambientais (NuPES) da Universidade Federal de Mato Grosso, aponta saldo positivo para a capital em relação a confiança dos cuiabanos com a economia.

De acordo com o resultado da pesquisa, relativos a janeiro e fevereiro, os cuiabanos estão mais confiantes em relação ao cenário econômico e politico do País.

O boletim também aponta os indicadores da situação econômica atual e expectativas dos consumidores da Capital para os próximos meses.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) no primeiro bimestre deste ano obteve o maior valor desde o início da pesquisa, registrando 104,5 pontos. Em todos os bimestres analisados, os consumidores mostraram-se otimistas, como revelado pelo Índice de Expectativas do Consumidor (IEC), sempre acima de 100 pontos. Para os próximos meses de 2019, o consumidor mantém-se otimista quanto a renda, emprego e finanças, passando da zona de pessimismo para a indiferença quanto ao consumo, tendo como único quesito de desconfiança o aumento do custo de vida. Por outro lado, em relação a situação atual, apresentam percepção contrária, visto que o ISAC se manteve abaixo de 100, logo, na zona de pessimismo.

Quanto as intenções de consumo para os próximos meses, os consumidores informaram que pretendem reduzir seus gastos em 09 dos 15 segmentos econômicos estudados, com destaque para a queda das despesas com produtos eletrônicos e equipamentos de escritório, bem como com restaurantes, alimentação e bebidas. No entanto, analisando as séries históricas por segmento, o Índice de Intenção de Consumo (IIC) apresentou, para o 1º bimestre de 2019, os maiores valores quanto aos gastos esperados com educação, recreação e lazer e produtos e serviços de saúde, higiene e beleza. Tais dados podem ser explicados por ser um período de transição entre férias e início do ano letivo e também pela proximidade do feriado de Carnaval.

Mercado de Trabalho

Em relação ao mercado de trabalho total da economia estadual, houve 11.524 novos postos, valor 12% superior ao mesmo mês do ano anterior e 223% maior do que dezembro de 2018. Cabe ressaltar que, os resultados gerais, bem como do setor de serviços, estão vinculados ao aquecimento da economia devido ao período de colheita da soja e plantio do milho, gerando empregos ligados ao agronegócio.

Expectativa com novo governo 

Na pesquisa deste bimestre, os consumidores de Cuiabá também foram questionados quanto as suas expectativas em relação ao cenário político e econômico dos novos governos Federal e Estadual. Através da pesquisa verificou-se que, quanto ao Governo Federal, para o qual foi eleito como presidente Jair Bolsonaro, 58% dos entrevistados acreditam que o novo governo será melhor, 17% esperam que seja pior, 12% creem que será igual e 14% não souberam opinar.

Por sua vez, em relação as expectativas quanto ao Governo de Mato Grosso, 44% dos cuiabanos esperam que o novo governo (Mauro Mendes), seja melhor que o anterior, 22% acreditam que será pior, 18% igual e 16% não souberam opinar. Assim, a pesquisa revela que a população de Cuiabá, em sua maioria, mostra-se mais otimista quanto ao rumo e condução das políticas públicas do país, em comparação com as expectativas que possuem em relação ao governo estadual.

Para o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, o resultado da pesquisa vem para comprovar o que já é sentido pelo comércio da capital. “Nós temos observado um otimismo maior desde o inicio deste ano e isso é muito bom, principalmente porque a expectativa é de que melhore ainda mais nos próximos meses”, disse ele.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS